quinta-feira, 14 de dezembro de 2017

Retrô 2017: as maiores baixarias que rolaram nos bastidores da Record

Compartilhe

Como se não bastasse a queda de audiência que atinge a Record, o ano de 2017 também foi marcado pelos maiores barracos e baixarias que rolaram nos bastidores da emissora dos bispos. Sinal que por lá ninguém lê nem segue a Bíblia, né?

A seguir, confira os maiores barracos que mancharam a imagem da Record em 2017:

Quase rolou porrada em "O Rico e Lázaro"



Fernando Sampaio protagonizou uma cena polêmica nos bastidores de "O Rico e Lázaro". O ator não gostou da reclamação de uma figurante e partiu pra cima da moça no intervalo de uma gravação.

Segundo o jornal "O Dia", tudo começou porque a mulher reclamou com ele sobre os erros constantes dos atores do elenco nas cenas. Ela pediu responsabilidade, já que estava muito sol na ocasião do ocorrido.

Irritado, Sampaio a atacou e precisou ser contido por um outro funcionário, responsável por segurar o guarda-sol que protege artistas do calor em externas.

Moisés perdeu a mansidão



A novela "Apocalipse" sofreu um grande desfalque no elenco. Escalado para protagonizar o enredo ao lado de Sergio Marone, Guilherme Winter (o Moisés de Os 10 Mandamentos) deixou o casting da produção, informou Patrícia Kogut.

Atrasos nas gravações e problemas com a equipe fizeram o artista sair do projeto. Em uma das sequências do enredo, um dublê foi parar no hospital após uma cena de perseguição de carro num túnel, mas sem gravidade.

Barraco no "Dancing Brasil"



Uma confusão agitou os bastidores do "Dancing Brasil" em setembro. A competidora Alinne Rosa foi desclassificada da competição após uma apresentação trágica provocada por uma discussão com seu dançarino pouco antes de entrar no ar.

A cantora não gostou da coreografia, queria mudar os passos da dança e Igor não aceitou. Ela discutiu com o dançarino dela pouco antes de entrar no ar e chegou a chorar. Durante a apresentação, o climão ficou visível. Até a apresentadora Xuxa percebeu e perguntou, ao vivo, se estava tudo bem com eles, informou o jornalista Léo Dias.

Camburão no "Hora do Faro"



A gravação do especial de natal "A Hora do Faro", que aconteceu nos estúdios da Record, em São Paulo, acabou em confusão. Um fã da dupla Maiara e Maraísa alega ter sido agredido pelos seguranças do programa de Rodrigo Faro por estar fazendo barulho demais durante a apresentação da dupla sertaneja. 

Um vídeo mostra o momento em que cinco profissionais da emissora tentam tirar Wallacy e seus amigos da plateia. "Tinha um monte de senhoras, corria o risco delas se machucarem. Veio bombeiro, um monte de gente pra cima da gente. Um dos meus amigos ficou todo marcado. Falaram pra gente não postar nada na web", conta ele. Procurada, a Record disse que não se pronunciaria até apurar os fatos.

O espírito de Natal no "Especial Família Record"



A gravação do especial de fim de ano da Record, que envolve o tradicional amigo secreto entre os famosos, acabou virando caso de polícia nesta terça-feira (12/12). Segundo o site Notícias da TV, muitas convidadas para a plateia do programa foram barradas na porta da emissora e chegaram a chamar a Polícia Militar.

A produção da Record convidou as organizadoras de caravanas para que participassem da plateia. Porém, elas foram proibidas de entrar por um erro de cálculo, afinal o número de convites foi maior do que a capacidade do estúdio.

De acordo com a reportagem do site, houve gritaria, empurrões e ameaças, e cogitaram processar a emissora, em especial dois de seus funcionários, a quem acusaram de maus-tratos e exposição ao ridículo.
Compartilhe

Recomendamos