A própria Record amaldiçoou seu horário nobre com fracasso de reprise

Sérgio Marone como Faraó em cena de "Os Dez Mandamentos"
Desde que a Record resolveu brigar com a TV paga por mixarias da Simba e lançar uma fatídica nova grade de programação noturna, a emissora tem passado por uma terrível crise de audiência. Detalhe, a nova grade era pra fazer desandar a ótima fase da Globo. Porém, tudo desandou mesmo foi pra própria Record! 

O pivô do desacerto é a reprise "Os Dez Mandamentos" (2015), a desgraça anunciada que a emissora poderia ter evitado. 

Confiantes de que seu grande sucesso conseguiria repetir metade da façanha de quando causou estragos na Globo durante a exibição original e segurar os índices que o "Cidade Alerta" dava no horário, os bispos amaldiçoaram e botaram a perder dois novos e importantes produtos da emissora: o telejornal "SP Record" e a novela "Belaventura". Ambos desabam com a entrega da novela bíblica que tem marcado médias desesperadoras entre suados 5 e 6 pontos.

Para se ter ideia do desastre provocado pela reprise "Os Dez Mandamentos", nesta quinta-feira (24), o telejornal e a novela medieval cravaram 5.1 e 5.3 pontos de média, respectivamente. "Belaventura", inclusive, cravou sua pior audiência desde a estreia pontuando metade do que marcava sua antecessora "A Escrava Isaura". Claro, a trama de Moisés passou o bastão com também 5.4 pontos. Que coisa não?! 

Em efeito cascata, próxima de sua reta final, a inédita "O Rico e Lázaro" milagrosamente tem acumulado fraquíssimos 10 pontos de média geral e também sente, sem poder escapar, o peso de uma decisão errada.

Tecnologia do Blogger.