Polícia prende ex-repórter da RedeTV! suspeita de integrar PCC

Luana de Almeida Domingos
Foi presa na manhã desta terça-feira (04) a ex-repórter e advogada Luana de Almeida Domingos, conhecida como Luana Don, de 32 anos, suspeita de envolvimento com o Primeiro Comando da Capital (PCC ).

Luana, que já trabalhou como repórter do programa da RedeTV! "Superpop", da apresentadora Luciana Gimenez, aparece na lista dos criminosos mais procurados pela Justiça. Informações sobre ela valiam recompensa de até 50 000 reais.

A moça, que também é modelo, foi encontrada por policiais da Delegacia Especializada em Armas, Munições e Explosivos (Desarme), do Rio de Janeiro, em uma residência que era utilizada como esconderijo, na Rua Manoel Guerra do Amaral, em Ilhabela, Litoral Norte. A ação contou com o apoio da Polícia Civil de São Paulo.

Segundo a polícia, há informações precisas de que Luana integraria uma célula criminosa do PCC denominada “sintonia dos gravatas”, responsável pelos interesses jurídicos da facção, atuando como “pombo correio” entre os líderes presos e o restante dos integrantes, levando as ordens do comando para serem executadas fora das cadeias.

Veja também:
Deputado Tiririca é acusado de assédio sexual por ex-empregada

O esquema foi alvo da operação “Ethos”, em 2016, uma investigação da Polícia Civil e do Ministério Público. De acordo com os policiais, ela tem mandado de prisão preventiva a cumprir pelos crimes de corrupção ativa e por integrar a organização criminosa.

Em vídeo feito pela Polícia Civil do Rio de Janeiro, é possível ver o momento em que ela foi detida. Segundo a polícia, ela será apresentada ainda nesta terça-feira na sede da Divisão de Vigilâncias e Capturas (DECADE), na capital paulista.


Tecnologia do Blogger.