Recentes

Tecnologia do Blogger.

Estreia de novela medieval na Record: De Bela, só a ex do Latino

terça-feira, 25 de julho de 2017
Bernardo Velasco e a ex do Latino são protagonistas de "Belaventura"
Estreou nesta segunda-feira (25), a nova novela da Record TV "Belaventura". Sinceramente, caro leitor, não posso dizer muito do capítulo de estreia pois me causou um sono desgraçado e por diversas vezes acabei me distraindo no Whatsapp. Culpa da sonífera estreia.

O que deu para apreciar... fantástica a abertura da novela, que desde a trilha, imagens dos brasões e elementos da época, lembra um pouco da abertura de "Games Of Thrones" (Recó sempre xerocando). A incrível arte impressiona a ponto do telespectador pensar que a trama é séria, sombria e dramática - típicas características dos tempos medievais. De coração, apesar da cópia, elogiável a abertura.

Sim, logo na estreia teve aquele mistério e ação envolvendo alguns dos personagens chaves da trama...

Mas que nada! Um besteirol de fadas escrito por Gustavo Reiz. “Belaventura” trará uma história bobinha, uma comédia romântica que contará a vida de um príncipe apaixonado por uma plebeia. Não estou crente que o público compre a história. Fraaaca e sem sal! Fora dos padrões tradicionais das novelas brasileiras. A primeira fase foi de doer no capítulo de estreia. Me pergunte sobre um momento realmente impactante... não sou capaz de opinar.

Falando em fraca...

Um desânimo as fracas atuações (nunca vi tanto ex-global que outrora tinha sido desempregado) acompanhadas de um texto super carregado de didatismo. Desvende o mistério: o que acontece com os ex-globais que enfiam os pés nas novelas da Record? Por que regridem tanto? Culpa das salsichas?

E o casal de mocinhos composto pela ex do Latino e aquele outro lá, o Bernardo Velasco, que ninguém conhece? Melosos demais da conta, só boniteza na tela. Aliás, a beleza do casal, principalmente da moça, chama atenção. Porém, beleza não se põe à mesa.

Parte dos figurinos e cenários que deveriam ser grandiosos a caráter da época, como de praxe das produções da Casablanca, não convencem ninguém. Tão fakes.

Os elementos que verazmente lembraram o espectador de que a história se passa na Idade Média eram as incríveis imagens aéreas de paisagens e castelos europeus. Só pra dar aquele ar. O resto saiu de um galpão velho do antigo RecNov.

Vai traçar! Aposta?

Recomendamos para você