[slider]

Gafe[combine]

Destaques[three](3)

Notícias da TV[two]

Injustiça[oneleft]

Nostalgia[oneright]

Já leu?[three](3)

+ Detonadas[two]

Veja também[oneleft]

Especial[oneright]

"Culpa eu não tenho": Tony Ramos desabafa sobre polêmica da marca Friboi

Por: Redação: atualizado, 04/04/2017, 10h51 Após a Polícia Federal deflagar a Operação Carne Fraca, o ator Tony Ramos defendeu que seja ...


Por: Redação: atualizado, 04/04/2017, 10h51
Após a Polícia Federal deflagar a Operação Carne Fraca, o ator Tony Ramos defendeu que seja apurada a responsabilidade dos frigoríficos na adulteração dos produtos vendidos.

Entrevistado no programa Timeline desta quarta-feira, o garoto-propaganda da marca Friboi, do grupo investigado JBS, disse que ficou preocupado com ação dos agentes federais, mas que tem consciência de que fez um trabalho responsável, já que antes de assinar o contrato procurou saber o histórico da empresa e a qualidade do produto comercializado.

— A minha preocupação e surpresa (com a operação) foram dobradas porque eu sou o homem que dá a "cara a tapa". Sou homem suficiente para responder para vocês, sem nenhuma vergonha e culpa, porque é óbvio que culpa eu não tenho — disse.

Ouça a entrevista:



O ator contou que logo após a operação ser deflagrada, recebeu ligação de sua mãe, preocupada com a carne servida à família. A primeira atitude foi entrar em contato com a agência responsável pelo contrato com a Friboi e tentar conseguir mais informações sobre o caso.

— Como não tenho rede social, fiquei meio sem ação, entre surpreso e preocupado. Mas pensei: "vamos esclarecer as coisas, não fujo disso" — reforçou.

Ao ser questionado se considerava "exagerada" a operação da PF, Tony defendeu o trabalho dos agentes:

— O que a Polícia Federal está fazendo é a favor de quem come, do produto e do próprio negócio.

O ator reforçou que até o momento não há nada contra o produto que anunciou, de carnes embaladas à vácuo, mas espera que o trabalho de inspeção ajude a esclarecer se houve irregularidades.

— Até o momento não há nada contra produto que eu anunciei. Mas é angustiante esperar para saber se no final se não há nada, se está tudo certo — disse ele, ao afirmar que acredita no trabalho da PF. — Sou interessado que tudo seja esclarecido.

Ele também afirmou que já recusou diversos convites para ações publicitárias, como de bebidas alcoólicas, remédios e planos de saúde, e que não tem vergonha do trabalho que fez.

— Se provarem para mim lá na frente se não há nada de fato com a marca que eu anuncio e me convidarem para fazer mais filmes, farei sem nenhuma vergonha. E se me enganarem um dia, que pena, quem vai responder pelo engano não serei eu — afirmou o ator que reiterou que não deixou de comer carne após a operação.

Veja também:
RedeTV! exibiu o ânus da Musa do Impeachment em rede nacional.

Veja também

Notícias da TV 5003435159000857136

Busque aqui

Destaques

[x]

item