Próxima segunda estreia terceira exibição de “Senhora do Destino”

Por: Redação, 09/03/2017, 21h06

Exibida originalmente em 2004, a primeira reexibição da novela “Senhora do Destino” aconteceu em 2009 e, em ambas as ocasiões, atingiu altos picos de audiência.

Aguinaldo Silva, autor global, em entrevista ao “Ego”, afirmou que o enredo não sofrerá cortes, como acontece frequentemente na sessão de reprises, e também quando “Senhora do Destino” estreou na faixa. “É uma novela abençoada, como sempre digo. Voltar agora sem essas limitações de idade, o que me deixava triste, vai ser uma coisa maravilhosa”, disse ele.

Personagem marcante
Nazaré Tedesco, personagem imortalizada por Renata Sorrah, é a grande vilã da trama, e entrou para a história da teledramaturgia brasileira como uma das mais célebres e cruéis vilãs de telenovelas brasileiras. “Até então minha vilã icônica era a Perpétua, de “Tieta”, eu não esperava esse sucesso da Nazaré. É uma personagem pós-moderna, com extremo bom humor. Ela é humana porque comete falhas, erros. E sem falar no trabalho da Renata que foi um absurdo”, contou o novelista.

O gif da 'Nazaré Confusa' estourou como grande sucesso nas redes sociais
Além de Sorrah, Susana Vieira, Carolina Dieckmann, Leandra Leal, Marcello Antony e Eduardo Moscovis também interpretaram papéis importantes na novela de Aguinaldo Silva.

Audiência
A estreia da novela em sua exibição original teve 52 pontos de audiência. A maior audiência da novela foi de 65 pontos, alcançada no penúltimo capítulo. Seu último capítulo teve 61 pontos de média e picos de 67. Sua média geral foi de 50,4 pontos, sendo a novela de maior audiência dos anos 2000.

Polêmica
Em 2004, “Senhora do Destino” entrou na lista da campanha "Quem Financia a Baixaria é Contra a Cidadania", que é formada por denúncias de telespectadores e pelo Comitê de Acompanhamento da Programação (CAP), onde estão como representantes mais de 60 entidades que assessoram a Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados para criar o "Ranking da Baixaria na TV". As queixas indicavam que a novela incitava à violência, era exibida em horário impróprio e transmitia cenas que ridicularizavam as pessoas.

Vinheta de abertura
A abertura da novela se dava ao som de "Encontros e Despedidas" (composição de Milton Nascimento e Fernando Brant, interpretada por Maria Rita), mostrando fotos de pessoas, sendo que as fotos coloridas eram dos atores da novela enquanto as em preto-e-branco eram de anônimos.



Terceira exibição
A Globo vai cancelar a exibição da “Sessão da Tarde" de 13 a 20 de março. O cancelamento faz parte da estratégia de promover a volta da novela “Senhora do Destino”. A emissora já faz isso há alguns anos, sempre no período de estreia de reprises no “Vale a Pena Ver de Novo”.

A nova novela chegará antes do fim de “Cheias de Charme”. Deste modo, por uma semana, a trama atual e a que será a sucessora farão a famosa “dobradinha” e irão ocupar boa parte da programação, inviabilizando a exibição dos filmes na faixa vespertina por este período.

A partir do dia 20 de março, a novela de Aguinaldo Silva começar a ocupar sozinha o espaço das reprises. 
Tecnologia do Blogger.