Às vezes não tem como defender certos "profissionais" da imprensa

Por: Redação, 27/01/2017, 12h23

Sempre que um jornalista ou outra pessoa da área é agredido durante seu trabalho, o Detona TV faz questão de publicar o ocorrido, como forma de expor lamentáveis atitudes contra os profissionais da imprensa. No entanto, às vezes, não tem como defender certos de tipos de repórteres que trabalham na TV.

É o caso dos profissionais da RecordTV, se é que podemos chamá-los assim. Nos perdoem, mas há casos, que os mesmos merecem sim levar um tapas na cara pela ousadia e excessos cometidos durante o trabalho.

Foi o que aconteceu na última quinta-feira (26). O repórter Ramon Gomes, do “Cidade Alerta”, que ao tentar entrevistar um homem acusado de assassinato, numa delegacia de Maracanaú, no Ceará, quase apanhou e com razão.

Acompanhado de policiais, Ramon, com seu jeito impetuoso e desafiador, aproveitou que o acusado estava algemado para simplesmente provocá-lo. A tentava do repórter resultou em xingamentos e quebra pau por parte do homem que perdeu ou já não girava bem da cabeça. Em outras circunstâncias, o enviado do "Cidade Alerta" jamais teria coragem de provocar um acusado e bater de frente com ele. Não defendemos bandidos e acusados, mas atitudes como essa é covardia.

Vale ressaltar que diversos repórteres de programas policialescos, desfrutam da liberdade de humilhar, debochar, expor e até agredir acusados presos em delegacias. Tais atitudes fazem parte do show dos horrores das afiliadas e da própria RecordTV.

Veja o vídeo:


Tecnologia do Blogger.