[slider]

Emissora defende presidente e o coloca como vítima. Veja o vídeo:[combine]

Destaques[three](3)

Notícias da TV[two]

Injustiça[oneleft]

Nostalgia[oneright]

Já leu?[three](3)

+ Detonadas[two]

Veja também[oneleft]

Especial[oneright]

Ancine libera milhões para produção de duas séries do SBT

Por: Redação, 04/01/2017, 13h22 Nesta última terça-feira (04), a Ancine (Agência Nacional do Cinema) anunciou a liberação de recursos do...

Por: Redação, 04/01/2017, 13h22
Nesta última terça-feira (04), a Ancine (Agência Nacional do Cinema) anunciou a liberação de recursos do Fundo Setorial do Audiovisual para, entre outras produções, duas séries do SBT.

A primeira, contemplada com 2,6 milhões de reais, é um programa sobre uma boyband batizada de "Z4". A série, que parcialmente será feita com dinheiro público, ficará a cargo da produtora Fabríca de Ideias Cinemáticas.

A produção conta com ex-atores de "Chiquititas" e Paulo Miklos no elenco. O piloto do programa foi gravado em 2015 e traz quatro garotos se reunindo na mansão do produtor musical Zé (vivido pelo ex-Titãs) para montarem uma boyband, sob a supervisão rígida do veterano. As gravações do programa devem começar em outubro, e ainda não há previsão de quando os 13 episódios da nova série chegam à programação do SBT.

A outra produção do SBT que foi agraciada pela Ancine é a segunda temporada de "A Garota da Moto", que levou R$ 4,5 milhões da Agência.

A primeira temporada de "A Garota da Moto" foi exibida entre julho e agosto no SBT, e conta a história de Joana (Chris Ubach) uma garota treinada em artes marciais que foge do Rio de Janeiro para São Paulo, onde se torna uma motogirl, ao mesmo tempo que tenta proteger o filho da vilã psicopata Bernarda (Daniela Escobar). 

Com uma média de 11 pontos no Ibope, a série só estava aguardando a liberação do dinheiro público para dar início às gravações do novo ano. "A Garota da Moto" é uma parceria do SBT com o canal pago Fox Life.

Veja também

Sbt 6308914531592260743

Busque aqui

Destaques

[x]

item