Novelas da Globo encerram 2016 entre altos e baixos no Ibope

Por: Redação, 26/12/2016, 17h29
"A Lei do Amor" termina 2016 sem emplacar
Não está fácil para a Globo consolidar público expressivo para a maioria de suas novelas. Este ano, após conseguir alavancar algumas faixas com "Eta Mundo Bom!", "Haja Coração" e "Velho Chico" e apesar de outras novelas estarem indo bem em audiência, a emissora voltou a ter problemas em três dos principais horários dedicados à teledramaturgia.

Altos
Na faixa vespertina de reprise, "Cheias de Charme" se mostra um acerto. A trama das Empreguetes é a maior audiência desde "O Rei do Gado" (16.6), reapresentada em 2015. Até o capítulo 60, a comédia tem rendido 16 pontos de média. As antecessoras "Anjo Mau" e "Caminho das Índias" mantinham 13.7 e 13.2 pontos, respectivamente na mesma quantidade de capítulos.

A vigésima quarta temporada de "Malhação - Pro Dia Nascer Feliz" encerra o ano com a maior audiência desde a décima oitava temporada, exibida em 2010 (19.0). Até o capítulo 80, a atual novela teen da Globo tem média geral de 18 pontos no Ibope, desbancando a temporada anterior (14.6). Sem dúvidas, um sucesso.

Contudo, três principais novelas inéditas da casa tem começado a preocupar ou tem dado dor de cabeça a alta cúpula da Globo. É o caso de "Sol Nascente", "Rock Story" e "A Lei do Amor".

Baixos
Ás seis, a Globo não vê a faixa ultrapassar 30 pontos desde o fenômeno "Eta Mundo Bom!". A atual novela de Walther Negrão, até o capítulo 89, tem média estabilizada em 20.3 pontos, ficando atrás de "Além do Tempo" (2015), que na mesma quantidade de capítulos mantinha 20.4 pontos. Mesmo estando na meta, "Sol Nascente" é motivo de desgosto na emissora por derrubar a façanha de Walcyr Carrasco.

Após dois sucessos de público na faixa das 19h, "Rock Story" não tem conseguido manter a audiência conquistada por "Haja Coração". Com sete semanas no ar, a trama que promete lançar uma boy band tem média de 24.2, dois pontos a menos que o alcançado pela antecessora no mesmo período de exibição. Mesmo assim, ainda no comparativo, RS consegue superar "Totalmente Demais" (23.5).

O grande problema da Globo tem sido seu principal produto, a novela das 21h. Desde "Babilônia" (2015), a emissora tem sofrido para conquistar e fidelizar audiência considerável na faixa. 

Após "Velho Chico" recuperar e manter uma parte do público deixada pelos momentos finais de "A Regra do Jogo", "A Lei do Amor" apenas espantou. A trama de Maria Adelaide Amaral e Vicent Villari patina na casa dos 25 pontos. Com três meses no ar, a novela está quase dois pontos abaixo de "Velho Chico" na mesma quantidade de capítulos exibidos. São 25.9 contra a 28.2 da antecessora.

Cada ponto equivale a 69.4 mil domicílios na Grande São Paulo.
Tecnologia do Blogger.