[slider]

Emissora defende presidente e o coloca como vítima. Veja o vídeo:[combine]

Destaques[three](3)

Notícias da TV[two]

Injustiça[oneleft]

Nostalgia[oneright]

Já leu?[three](3)

+ Detonadas[two]

Veja também[oneleft]

Especial[oneright]

Malafaia depõe à PF: R$ 100 mil após oração

Por: Redação, 16/12/2016, 20h27 Silas Malafaia chega para depor na Polícia Federal em SP  O pastor Silas Malafaia chegou à Polícia Fed...

Por: Redação, 16/12/2016, 20h27
Silas Malafaia chega para depor na Polícia Federal em SP 
O pastor Silas Malafaia chegou à Polícia Federal em São Paulo por volta das 16h desta sexta-feira (16) para depor sobre as suspeitas que pesam contra ele de lavar dinheiro de um esquema de fraudes de royalties.

Alvo da Operação Timóteo, o pastor tem contra si um mandado de condução coercitiva, expedido pela Justiça Federal em Brasília. Ele é investigado por supostamente receber valores do principal escritório de advocacia investigado no caso.

A Polícia Federal trabalha com a hipótese de que Malafaia teria emprestado contas correntes de uma instituição religiosa sob sua influência com a intenção de ocultar a origem ilícita de valores.

À entrada da PF, Malafaia afirmou que recebeu uma "doação pessoal" no valor de R$ 100 mil. Ele negou envolvimento com o esquema desmontado pela Timóteo.

Segundo o pastor, um empresário foi apresentado a ele por um outro pastor. Ele disse que "orou" pelo empresário que, depois, fez a doação de R$ 100 mil por meio de um depósito em sua conta pessoal. Malafaia afirma ter recolhido os impostos referentes à "doação".

Antes de entrar no prédio da PF, no bairro da Lapa, o pastor declarou que sofre uma "perseguição" da Justiça. Alegou que em várias ocasiões defendeu responsabilização dos exageros do Judiciário. (Saiba mais sobre a Operação Timóteo)

Veja também

Notícias da TV 22276655893632637

Busque aqui

Destaques

[x]

item