Apagado na RecordTV, Domingos Meirelles merece ser mais valorizado

Domingos Meirelles
Por: Luan Costa e Silva, 15/12/2016, 22h40
Um dos raros programas assistivos da RecordTV era o "Repórter Record Investigação", exibido às quintas, sob o comando do premiado e gabaritado jornalista Domingos Meirelles.

Mas, para a tristeza do telespectador que garimpa por conteúdo de qualidade na programação da pobre TV aberta, em julho deste ano, os bispos decretaram o fim do jornalístico e demitiram vários profissionais que trabalhavam no formato.

No entanto, a direção resolveu que Domingos deveria continuar na casa, só que apagado e sem um programa para chamar de seu. Meirelles segue realizando matérias investigativas para outras produções da emissora, como o “Domingo Espetacular”. Pelo histórico e renome, o profissional, que tem 76 anos e contrato válido até dezembro de 2017, merecia mais.

Enquanto isso, às quintas, os bispos insistem no retalho "Câmera Record", jornalístico sem identidade que não sabe o que realmente é. Ora fútil, ora sério.

Curioso é que no mês que a RecordTV acabou com o programa, o extinto jornalístico de Domingos venceu o prêmio Rei da Espanha, um dos maiores reconhecimentos do mundo na área, pela matéria de Marcelo Magalhães, Gustavo Costa e Lúcio Sturm sobre garotas que viraram escravas sexuais em um quilombo no interior do Brasil.
Tecnologia do Blogger.