Em 2016, Record meteu os pés pelas mãos

Por: Guilherme Diniz, 09/11/2016, 11h21

Enquanto Silvio Santos lança programas-bombas e sem aviso prévio na grade de programação do SBT, os bispos da Record anunciam novas produções, porém, não sabem como e quando seus produtos irão ao ar. Uma bagunça e incompetência vergonhosa.

Este ano, por repetidas vezes, a Record se deu o trabalho de meter os pés pelas mãos, fazendo o público e mercado publicitário de besta. A emissora promete mundos e fundos, mas raramente cumpre total e dentro do prazo.

A seguir, confira algumas vítimas da falta de planejamento da Record:

"Mamonas Assassinas"
O que se previa acabou acontecendo e a série dos "Mamonas Assassinas", planejada e anunciada pela Record para este ano, depois de perigar na área várias vezes, foi engavetada.

Toda a equipe que estava envolvida no programa foi dispensada. Os problemas que acabaram levando a esta desistência se deu pela falta de entendimento do autor Carlos Lombardi e familiares na abordagem de algumas passagens e, principalmente, a liberação da verba, via Ancine.

Desde o começo, pelo volume de dificuldades, já havia o pressentimento que poderia não acabar bem. E, de fato, não acabou.

"Belaventura"
Quando se trata do setor de Teledramaturgia da Record, nada mais surpreende. A vítima da vez é a novela "Belaventura", de Gustavo Reiz, que seria a substituta de "Escrava Mãe".

Devido a problemas de produção e estúdios, a emissora decidiu suspender a trama por tempo indeterminado, dando preferência para a bíblica "O Rico e o Lázaro", que entrará no lugar de "A Terra Prometida".

Como ainda não se sabe quando começará a produção de "Belaventura", a direção da Record deu ordem para que ninguém fale sobre o projeto, revela o jornal "O Globo".

Sendo assim, muita gente já dá como certo o cancelamento da novela, ainda mais se o adiamento perdurar e as reprises (programadas para irem no lugar de "Escrava Mãe") tiverem uma boa audiência.

"Escrava Isaura", de novo???
Se de um lado o planejamento da teledramaturgia da Globo é sempre merecedor dos melhores elogios, com a fila dos diversos horários definida até 2019 e suas produções correndo nos prazos determinados, o mesmo não se pode dizer da Record.

Depois de adiar "Belaventura", a substituta de "Escrava Mãe" às 19h30, a Record pode escalar uma reprise para preencher a faixa a partir de janeiro.

A emissora deve anunciar "Escrava Isaura" para ser veiculada após "Escrava Mãe", que trata sobre os antepassados da personagem vivida no início dos anos 2000 por Bianca Rinaldi. Detalhe, esta poderá ser a quarta vez que "Isaura" será exibida na tela da Record.

Novela do Gugu
Para a programação de 2017, a grande dúvida ainda é o Gugu.

Segundo informa a coluna do jornalista Flávio Ricco, até agora ninguém sentou com ele para conversar sobre novo contrato e mudança de programa para os domingos.

Aliás, internamente há o entendimento que esta é uma outra questão tão delicada quanto a do Geraldo Luís.

"Show da Noite" e novela do Geraldo
A grade da Record para 2017 já tem uma novidade definida.

Aposta para as noites da emissora, o programa intitulado “Show da Noite” irá ao ar de segunda a sexta no canal. Contudo, ainda sem um apresentador acertado.

Os bispos querem Geraldo, mas Geraldo não quer assumir um programa diário. Para completar, o título do programa que a Record inventou já é registrado pela Globo até 2022. Que bagunça!

Nova marca
A Record "planeja" o lançamento de uma nova logomarca, mais “clean” e com o posicionamento do triângulo apontado pra cima, com mensagem subliminar de “crescimento”.

A data para estrear a novidade era no dia 27 de setembro, no entanto, foi adiada para 24 de novembro e olhe lá!
Tecnologia do Blogger.