Autor de "A Terra Prometida" fala se vai processar Record após demissão

Renato Modesto
Por: Redação, 06/10/2016, 13h28
Há poucos dias, depois de entregar os últimos capítulos de "A Terra Prometida", o dramaturgo Renato Modesto soube que não teria o seu contrato, que vence no próximo dia 30, renovado pela emissora.

O autor declarou, em entrevista à "Veja", que não gostou da atitude da Record, já que a direção do canal tinha se comprometido a mantê-lo no elenco. “O que me incomodou foi o fato de que, verbalmente, prometeram que iriam renovar o contrato, mas, quando terminei de escrever os capítulos na semana passada, me informaram do contrário”, conta o dramaturgo.

Segundo a publicação, o autor não pretende processar a Record, que o contratou como pessoa jurídica. "De jeito nenhum. Quando entrei na Record, eu aceitei a proposta que me fizeram e concordei com os termos do contrato. Fiquei muito satisfeito com o que realizei nos cinco anos de Record e aprendi muito, tanto em termos pessoais quanto profissionais. Nesse tempo, tive um excelente relacionamento com a direção da emissora. Só fiquei chateado porque me prometeram informalmente renovar o contrato e, depois, não o fizeram. Mas a Record não descumpriu o acordo legal que firmou comigo e, assim, não tenho por que brigar", declarou.

Em tempo:
1. Na Record, Renato escreveu também a série "Milagres de Jesus". O autor colaborou em produções da Globo como "Araguaia" e "Desejo Proibido".

2. Com audiência média na casa dos 15 pontos, o que a coloca à frente do SBT, "A Terra Prometida" teve seu capítulo de número 85 exibido na última sexta-feira (04) e segue, de acordo com a assessoria da Record, sem previsão para sair do ar. Renato Modesto acredita que, com o alongamento do texto feito na ilha de edição, ela pode ficar no ar até fevereiro.
Tecnologia do Blogger.