Só louco para suportar assistir o "Domingo Show"

Por: Guilherme Diniz, 30/10/2016, 14h00
Tive uma experiência horrível neste domingo (30).

Uma pessoa que se submete a assistir o "Domingo Show" de Geraldo Luís, na Record, deve ter sérios problemas ou estar disposto a deprimir seu resto de domingo. Fato comprovado.

Zapeando alguns canais da TV aberta, dei uma breve parada neste desgraçado dominical. Foi o suficiente para sentir extrema agonia mental. Em poucos minutos, no início de uma daquelas imensas matérias apelativas produzidas pelo apresentador, nunca vi tantas lágrimas correrem dos olhos de uma menina que buscava aproximar-se de sua mãe e encontrar a irmã criada por outra família.

A garota, como de praxe, tinha uma "voz encantadora", cantava música gospel. A menina, arranhando meus ouvidos, abriu o bocão a cantar vários trechos de músicas evangélicas de sucesso, enquanto Geraldo introduzia demoradamente a emocionante e triste história no embalo das trilhas sonoras dos longas "Anjos e Demônios" e "Piratas do Caribe 3" e entre outros. A edição da matéria é amadora e exagerada demais da conta. Enlouquecedor o excesso de slow motion, efeitos visuais e cores.

Que programa horroroso, perturbador! Sem condições. Imediatamente mudei de canal, senão teria um chilique ou ataque epilético. Não suportei. E olhe que tudo isso era apenas o começo da reportagem.

Se você assiste esse lixo de programa e enxerga essa exploração como forma de entretenimento, desculpe-me, você é louco! Vá se tratar, doente!


Tecnologia do Blogger.