Seis imundices da TV brasileira - Parte 05

Por: Guiga Bates, 07/10/2016, 22h40


Imundice é que não falta na TV aberta. Pior é que o brasileiro, em sua grande maioria, é responsável por tantas futilidades na telinha. As emissoras, se aproveitando do mau gosto, inundam a TV com programas baixo nível e carentes de qualidade.

O Detona TV novamente alistou mais seis imundices desnecessárias que atualmente só pioram a imagem da TV brasileira. Confira:

Sensacional. Música boa, diversão e informação: a melhor opção para os seus domingos, prometeu a RedeTV! quando lançou a atração de Daniela Albuquerque no ano passado. Até hoje o público procura tais elementos.

O "Sensacional" carrega um título irônico num programa tão brega e cafona que tenta no que pode imitar a concorrência. A atração de roteiro e produção pobre não tem futuro, assim como a própria apresentadora carente de carisma e talento. Sabemos a causa de sua permanência na TV. O dominical alcança incríveis décimos em audiência.

Fofocando. Uma bomba. O programa de fofocas do SBT quebrou a barreira do mau gosto e atualmente conta com cinco apresentadores, fora o convidado especial do dia, para tentar emplacar a merda.

Desde a estreia, a aposta de Silvio Santos vive na pindaíba e nem a pau consegue fazer cócegas na concorrência. Com a entrada da Mara, a Maravilhosa, o "Fofocando" se desgraçou de uma vez por todas. Será que consegue chegar a três meses?

João Kléber Show. O apresentador barraqueiro da RedeTV! tentou retornar à telinha com uma nova imagem, centrada e nível. Quando ele viu os índices do Ibope, que já não eram lá essas coisas, começarem a lamber o traço, João Kléber retomou às baixarias de sempre apelando para tudo o que vier pela frente. Uma coisa de louco. O programa transformou-se numa carniça.

Encrenca. É um dos programas mais caras de pau da TV brasileira. Sem ideias originais e com pouquíssimo conteúdo próprio, o humorístico da RedeTV! se mantém e alcança ótimos números de audiência por causa dos vídeos virais que circulam no aplicativo WhatsApp e no YouTube. Os apresentadores sem vergonha ainda tem coragem de atacar quem tenta copiar a originalidade do programa. É mole?

Conexão Models. O game show de domingo da RedeTV! lembra uma creche, repleto de adolescentes idiotas e futuras sub celebridades que mais parecem crianças de jardim de infância. O programa é direcionado ao público jovem e está sob o comando da modelo Renata Kuerten (poucos sabem quem é), uma versão desengonçada da Fernanda Lima em começo de carreira na TV.

Entre os games, tem uma versão do famoso "Torta na cara". As moças e rapazes chegam limpinhos e acabam completamente sujos dos pés a cabeça, lambuzados de clara em neve com açúcar. Maior infantilidade e algazarra.

A Terra Prometida. Outro lixo de novela bíblica produzida pela Record. Logo no começo, o folhetim parecia que seria o diferencial entre as produções do gênero da emissora. Porém, ficou só na promessa. A trama caiu na mesmice das paqueras e cresceu a barriga.

O purgante “A Terra Prometida” é mais uma de um filão que a Record não se cansa de explorar, com o risco de cansar o seu público. Esta imundice de novela blasfema contra o livro sagrado, peca por fugir do contexto original e, para piorar, autor, direção e elenco, de tão ruins, merecem a destruição eterna.

Aproveite e curta nossa fanpage no Facebook

Veja também: 
Seis imundices da TV Brasileira:
Parte 01  
Parte 02 
Parte 03
Parte 04
Tecnologia do Blogger.