Mara consegue irritar até quando está de boca fechada

Mara no "Fofocando" desta quinta (06)
Por: Guilherme Diniz, 06/10/2016, 15h02
O programa "Fofocando", do SBT, já não presta, com a entrada da Mara Maravilha só fez piorar. A nova apresentadora, que até hoje não mostrou a que veio, tem sido detonada pelo público e crítica de televisão e com toda razão.

Não é a toa que a audiência do vespertino só tem caído. O SBT já viu 25% do Ibope escapulir desde a chegada da Mara.

Além de insuportável, a nova aposta do SBT é descartável. Nem para comentar uma fofoca ela serve. Completamente perdida, atropela todo mundo e se mostra fake.

Na edição desta quinta-feira (06), Mara apareceu com um esparadrapo tapando sua boca. Durante todo o programa, ela tentou chamar atenção se levantando, dançando, gesticulando ao máximo e enchendo o saco do colegas e do público. Mara queria aparecer a qualquer custo. 

Incrível! Até de boca fechada a mulher consegue irritar. O esparadrapo não serviu, deveriam ter amarrado a integrante dos pés a cabeça e tê-la jogado atrás do novo sofá do estúdio.

Sabe o que é mais insano? O SBT colocar uma crente no meio de uma roda de fofocas, dialogando com três apresentadores homossexuais assumidos. Vira e mexe, Mara dispara comentários considerados homofóbicos e o diabo a quatro, gerando mal-estar entre os colegas. Um fato: roda de fofocas não é lugar para uma pessoa que se diz evangélica.

No fim, após dois meses desde a estreia, quase tudo ali é uma tragédia. Leão Lobo, Mamma, o Homem do Saco não passam nenhuma credibilidade até para fofocar. A novidade, o jornalista Léo Dias, que aparece direto do Rio de Janeiro e que saiu da RedeTV! para colaborar com o programa do SBT, é o que tem salvado o conteúdo do "Fofocando" com notas exclusivas e comentários.

O resto, com destaque para a Mara, pode incinerar.

Aproveite e curta nossa fanpage no Facebook
Tecnologia do Blogger.