Depois do pé de guerra, Geraldo Luís é queridinho na Record

Geraldo
Por: Redação, 28/10/2016, 10h33
Se tornou uma verdadeira novela a questão se Geraldo Luís deve ou não aceitar ter um programa diário nas noites da Record em 2017.

Mais interessante ainda, é que, meses atrás, o apresentador era tido como problema na Record e viveu um pé de guerra com a direção da casa.

Refrescando sua memória, em abril deste ano, Geraldo reclamou, ao vivo, durante o "Domingo Show", contra o departamento de jornalismo da emissora, quando cortaram uma matéria de seu programa.

Os bispos, em retaliação e punição, afastaram o apresentador do dominical e efetivaram Luís Bacci no comando da atração. Um mês depois, quando o clima só esquentava entre as partes e a Record viu Geraldo ser sondado pelo SBT, os bispos voltaram atrás da decisão. 

Bacci novamente foi rebaixo e "o cantador de histórias" retornou ao seu posto como se nada estivesse acontecido. Desde sua volta, a alta cúpula da emissora rastejou e fez de tudo para segurar Geraldo e não perder um dos grandes responsáveis por atingir boa audiência e até a liderança no canal.

Atualmente, Geraldo é queridinho na Record. De contrato renovado, os bispos pretendem ter o apresentador diariamente, de segunda à sexta na linha de show noturna. Porém, Geraldo recusou. Mas, o "não" logo poderá virar um "sim".

Segundo a coluna do jornalista Flávio Ricco, a direção da Record tentará uma nova conversa com Geraldo Luís na próxima semana. Há o desejo que o vice de jornalismo, Douglas Tavolaro, esteja presente para pressionar o contratado. Mesmo com a resistência do apresentador, que alega problemas particulares para não fazer programa todas as noites, a Record pretende insistir.

O novo apelo para convencer Geraldo a aceitar a proposta poderá vir a partir do contrato. Acontece que o contrato que ele acabou de renovar com a Record não lhe dá direito nenhum de rejeitar um programa ou de determinar sua frequência, se vai ser diário, semanal ou mensal, informou a coluna do jornalista Ricardo Feltrin.

A direção da Record quer colocar Geraldo para bater de frente com Ratinho. Eles enxergam que o ex-problemático é a única solução para combater o avanço e estabilidade do SBT na faixa.

Aguardemos, se Geraldo, o queridinho, diz "sim" ou "não".
Tecnologia do Blogger.