A emissora que se sustenta com "ajuda divina"

Por: Guiga Bates, 13/09/2016, 23h13
Cena da série 'A.D. The Bible Continues' (Divulgação/Record importa épico bíblico para substituir Cake Boss)
Tem gente cabeçuda que pensa e afirma que a Record é uma emissora de Deus. Depois, os mesmos, ainda tem coragem de dizer que o público da Globo é alienado.

Não é pra menos! Não é de hoje que o canal do líder espiritual neopentecostal-judeu-fariseu Edir Macedo, adquire para si o estigma de emissora religiosa.

A Record é inerente ($$$) à imagem da Igreja Universal do Reino de Deus, com direito a inserções e interrupções durante a programação e domínio nas madrugadas. É controlada por autointitulados bispos, comparsas do Edir. O que dizer da lavagem cerebral "Eu Sou a Universal", propaganda que atrai novos investidores para o Banco IURD S/A?

Nos últimos anos, a Record descobriu a entrada mais fácil para o céu, mesmo que quase toda sua programação aponte para as portas do inferno.

A emissora jogou tudo pro alto no ramo da dramaturgia, deu meia-volta e converteu-se a investir em novelas bíblicas. Antes, as séries do gênero foram testadas. De olho no nicho, lançaram "Os Dez Mandamentos", a primeira trama bíblica. 

Que ideia! Explorar a Bíblia e a fé alheia na telinha em formato de folhetim. Como não pensaram nisso antes? A partir daí, os bispos se sentiram abençoados ($$$) e o público se consolidou na faixa.

Além das novelas, os bispos conseguiram ungir o jornalismo diabólico do canal, que necessita de uma oração ao meio-dia para exorcizar os demônios que carrega. Numa emissora tão santa e família, é paradoxal um jornalismo sangrento e fofoqueiro dar tão certo.

Por outro lado, para alcançar a sonhada prosperidade no Ibope é preciso passar por tribulações na carne. Nem todos os programas e faixas da Record bebem do copo com água cheia de unção. O obreiro americano Buddy Valastro, por exemplo, não depositou o dízimo à altura e, por imposição das mãos dos bispos, terá seus programas suspensos ou, quem sabe, atirados no lago de fogo que arde com enxofre para nunca mais voltar.

Com sua faixa noturna às terças-feiras, antes destinadas à realitys, a caminho da perdição, os bispos, em oração, decidiram apelar novamente para o Divino. Em resposta, a épica série americana "A.D. The Bible Continues", em 04 de outubro, será mais uma aposta bíblica da Record para restaurar a firmeza da grade. Que tomem esta série como modelo e que aprendam a produzir uma obra bíblica que preste.

Apesar de tanto auxílio divino, até hoje a Record não entrou para a Terra Prometida do Ibope. Os bispos não perdem a fé, seguram com firmeza na cana trilhada e no pavio que fumega. Para eles, a liderança é como o Armagedom. Pode até demorar, mas um dia chega. Credo! Para trás da Globo, Satanás!

Assim como um religioso hipócrita espera alcançar a salvação se escondendo por detrás da palavra de Deus, logo, num futuro não tão distante, a emissora do Edir não terá como correr do julgamento final. As fichas bíblicas, o alicerce que sustenta a média dia, logo se esgotarão, espalhando as ovelhas de pouca fé.

Não vedes tudo isto? Em verdade vos digo que não ficará na Record ponto sobre ponto que não seja derrubado. Oremos.

Aproveite e curta nossa fanpage no Facebook
Tecnologia do Blogger.