Preocupação começa a tomar conta do "Programa do Porchat"

Fábio Porchat na edição de quarta (31)
Por: Guiga Bates, 01/09/2016, 20h42

Uma semana após a estreia, o "Programa do Porchat" tem sofrido o maior sapeco para segurar a vice-liderança em audiência. Até aqui, o novo talk show da Record perdeu três dos cinco confrontos contra o SBT e foi parar no terceiro lugar. A atração estreou com nove pontos e caiu para quatro e cinco pontos.  A emissora quer uns 7 pontos. Sonhar...

Como aponta a coluna do jornalista Ricardo Feltrin, a preocupação dos bispos é com a cota de convidados interessantes para serem entrevistados e que tenham algum conteúdo que preste. Na Record, alguns foram contra a ideia de fazer um programa diário (segunda a quinta) por causa da escassez, porém, de olho na verba entrando, os diretores nem quiseram saber de um semanal.

Ainda segundo Feltrin, nos bastidores da Barra Funda há uma estimativa que prevê que o talk show deverá conseguir bons convidados até o início de novembro. Depois disso, só Jesus na causa.

Para se ter noção do descrédito que ocorre na própria Record, a direção não está confiante nos nomes da casa que serão entrevistados por Porchat. Para eles, nem o público da emissora quer saber. Novidade?

Deveria ser assim... No formato proposto pelo "Programa do Porchat", não importa se o convidado é super famoso, pouco conhecido ou anônimo. Se ele tiver conteúdo para oferecer, ótimo. Pelo contrário, caberá ao apresentador ditar as regras e salvar a entrevista. Porchat tem capacidade pra isso. Viram o milagre que ele fez com a filha da Xuxa, na estreia?

Outro problema é o público da Record. Impossível agradar essa gente quando o conteúdo ou formato é fora do habitual.

Que o Porchat consiga, pelo menos, atrair sua legião de fãs da internet. Senão, daqui há alguns meses, logo estará como a Xuxa.

Aproveite e curta nossa fanpage no Facebook
Tecnologia do Blogger.