Globo está perdoada com trilha sonora de "Velho Chico"

Na primeira fase, Carol Castro (Iolanda) cantou "Meu
Primeiro Amor"
Por: Guilherme Diniz, 06/09/2016, 11h24
Se você é noveleiro e amante da boa música, certamente se estressa ao ter que escutar tantas porcarias musicais nos folhetins da Globo.

A emissora tem a mania de seguir a modinha do momento e tentar emplacar artistas ligados à gravadora Som Livre, pertencente ao Grupo Globo.

Neste embalo, funkeiros, pagodeiros, sertanejos e forrozeiros, da pior qualidade, embalam as trilhas dos personagens das novelas globais.

Porém, eis que Luiz Fernando de Carvalho, diretor artístico de "Velho Chico", resolveu quebrar este maldito vício do mau gosto musical.

O telespectador da novela das nove deve ter se encantado com a trilha sonora escolhida a dedo por Carvalho. Isso sim é bom gosto! Depois dessa, a Globo merece o nosso perdão.

Toda a trilha de "Velho Chico" é verdadeira música para os ouvidos, um primor. Nota-se um cuidado impecável que se entrelaça com a fotografia, incríveis atuações e texto poético de Benedito Ruy Barbosa e Bruno Luperi.

O diretor soube reconhecer os talentos regionais da cultura nordestina, como Alceu Valença, Elomar, Xangai, Geraldo Azevedo e Elba Ramalho. Destaque também para as vozes de Maria Bethânia (Mortal Loucura, Meu Primeiro Amor), Chico César (Serenata), Caetano Veloso (Triste Bahia, Tropicália) e Tom Zé com seu tiro "Senhor Cidadão".

Além dos grandes nomes da MPB, chama atenção as tão presentes trilhas instrumentais produzidas pelo produtor musical e pianista brasileiro Tim Rescala.

A seguir, confira algumas trilhas instrumentais do belo trabalho de Rescala:

Aproveite e curta nossa fanpage no Facebook












Tecnologia do Blogger.