"Domingo Legal" não faz jus ao título que carrega

Por: Guiga Bates, 11/09/2016, 13h46
Portiolli armou um Telegrama Legal e deixou Roque emocionado
O "Domingo Legal", do SBT, é aquele programeco que não vale mais nada e que sofre na guerra por audiência aos domingos. Por essas e outras, já deveria ser extinto da TV brasileira há muito tempo. É irrelevante, desgastado e passa longe de sua real proposta.

Na edição deste domingo (11), o programa se resumiu a pouca coisa. A atração exibe um “Telegrama Legal” que Portiolli preparou para o senhor Roque. O convidado vai até o palco para bater um papo e receber uma surpresa do apresentador.

Tal como a Xuxa recebe o Tiririca lá na Record, Celso Portiolli recebe o Roque. Sem querer desmerecê-lo, mas, o que o senhor Roque tem a oferecer ao entretenimento? Que interesse teria o grande público na pessoa do assistente de palco? Que desânimo!

Depois se perguntam o porquê do programa derrubar a audiência das tardes do SBT. É com um convidados desses que Celso Portiolli quer brigar com o Geraldo Luís.

Além do Roque, o apresentador foi até a casa de Antônia Fontenelle (ex-mulher do finado diretor Marcos Paulo) para exibir pela primeira vez o quartinho do pequeno Salvatore, filho da atriz que nasceu há pouco mais de um mês. Ainda, os pais do bebê revelaram as dificuldades que enfrentam no relacionamento. Isso não seria assunto para o "Fofocando"?

Não sei o que é pior: aquele sensacionalismo e assistencialismo porco ou esta desanimadora leva de pautas desinteressantes.

Se houvesse interesse e competência, o "Domingo Legal" faria jus ao título que carrega. No últimos anos, o que menos fez o dominical foi deixar seu domingo mais divertido. A cada semana o programa só piora. Como conseguem? Sem condições!

Aproveite e curta nossa fanpage no Facebook
Tecnologia do Blogger.