Talk show fora da Globo, é mais inútil que papel higiênico usado

Por: Márcio Andrade, 16/07/2016
“The Noite com Danilo Gentili” (14) recebeu o Roque

Se tem um gênero de programa televisivo, mais irrelevante que um talk show na TV aberta brasileira fora da Globo, eu não conheço. Ela, possui os melhores artistas para serem entrevistados; uma influência, que conquista qualquer pessoa; um poder econômico, que contrata quem ela quer.

Fora da Globo, o que resta para entrevistar? Artistas, quase no ostracismo televisivo; sub-celebridades em busca de holofotes a qualquer custo; alguns convidados, sem nenhuma importância. Na quinta-feira, 14 de julho, zapeando pela televisão aberta – num momento de utopia –, procurando algo interessante para poder ver, me deparei com o “The Noite”, comandado pelo Danilo Gentili.

Quem estava sendo entrevistado? Gonçalo Roque, mais conhecido como Roque, assistente de palco do Silvio Santos. Com devida vênia, mas quem é… Roque, ao menos no mundo artístico? Eu não sei. O único que eu conheço, é o rock and roll, o qual é um estilo musical que surgiu nos Estados Unidos no final dos anos 1940 e inícios dos anos 1950.

Agora, vem mais um talk show: “Programa do Porchat”. Começaram bem na escolha do nome, se é que entendem a minha ironia. Quanta criatividade! Quem ele vai entrevistar? Reitero: quem ele vai entrevistar? Mais uma vez: quem ele vai entrevistar? Obviamente, como foi supracitado: algum artista quase no ostracismo televisivo, querendo voltar pra mídia; certa sub-celebridade em busca de holofotes a qualquer custo, principalmente por causa de alguma polêmica; etc, etc, etc… Fora, a repetição exacerbada de convidados entre os programas, sejam eles, inclusive, de emissoras diferentes.

“Ah, mas ele poderá apostar bastante em quadros!”, exclamaria um inocente. Sendo os quadros o ponto forte de um talk show, não teria lógica ele ser classificado como… talk show; no mínimo, um programa de auditório. Sua tradução: programa de entrevista. No entanto, no Brasil, ao menos fora da Globo, a entrevista dificilmente é seu ponto forte. E, pelo visto, não continuará sendo…

Conclusão curta: se o talk show estiver fora da Globo, é mais inútil que papel higiênico usado.
Tecnologia do Blogger.