Globo continua picotando filmes e matando telespectador de raiva

Por: Guiga Bates, 24/07/2016, 14h53
Capitão Jack Sparrow (Johnny Depp) da franquia "Piratas do Caribe"
Enquanto a concorrência insiste em mesmices, nada como um bom filme na TV aberta para servir de escape contra o tédio. Para que não tem outras alternativas, ainda bem que a Globo mantém nas tardes de domingo a tradicional sessão de filmes, a "Temperatura Máxima".

Neste domingo (24), a emissora exibiu o divertido "Piratas do Caribe 2" - O Baú da Morte" (2006), com Johnny Depp. Semana passada, foi a vez de "As Aventuras de Tintim" (2011), de Steven Spielberg.

Um ódio... 

A Globo é capaz de matar qualquer um de raiva quando picota inúmeras cenas do filme. Se for um clássico, então! Que miséria fizeram com "Piratas"!

O canal tem esse mau costume para poder encaixar a exibição na faixa horária dedicada a sessão. Às vezes, originalmente, o filme é gigante, então, é preciso decepar. 

Há quem diga que, cortando cenas, ganha-se tempo para os intervalos comerciais, afinal, filmes na TV ainda rendem boa audiência. Outra explicação seria enquadrar o filme na Classificação Indicativa. 

Mesmo assim, né? Se for passar a tesoura, que passe com estilo e que não desgrace a qualidade do longa. Quem curte repetir filmes, de cara, nota os cortes malacabados da Globo e vive a reclamar da falta de cuidado. A vontade é desistir.

Em tempo:

A seleção de filmes da "Temperatura Máxima" merece um Oscar em comparação com as porcarias que a Globo tem exibido na "Tela Quente", principal sessão de filmes do canal e da TV aberta. Ultimamente, só filmes de ação e nacionais. Ruins, desconhecidos e de baixo orçamento. Blockbuster só mesmo aos domingos.

Aproveite e curta nossa fanpage no Facebook.
Tecnologia do Blogger.