Melhora a imagem e som, mas o conteúdo continua um lixo

Por: Guiga Bates, 28/07/2016, 11h06
Chamada da Record explicando o desligamento do sinal análogico
O telespectador deve ter notado que as principais emissoras da TV aberta estão exibindo algumas chamadas, ou campanhas, em seus intervalos comerciais explicando sobre o desligamento do sinal analógico de TV.

Nos vídeos, artistas da casa incentivam o público que possui um aparelho antigo a aderir ao conversor para receber o sinal digital.

As campanhas da emissora dos bispos foram as mais criativas e, ao mesmo tempo, as mais bizarras. Na atual, contratados da casa aparecem com um aparelho de TV no lugar da cabeça e vão ao consultório médico. Numa outra, em plena emergência hospitalar, Rodrigo Faro anuncia a morte da TV analógica e até incentiva o telespectador a comprar um televisor moderno.

É mole? Comprar um belo aparelho de TV para assistir as merdas da Record! Irônico é o apresentador do "Hora do Faro" ser um médico da televisão.

Que o sinal digital é superior ao analógico, não restam dúvidas. Mas, do que adianta melhorar a qualidade de som e imagem, se a imagem do conteúdo da programação das emissoras continua o mesmo lixo? A grade do fim de semana, então! Trocar de sinal é o que mesmo que vestir uma roupa limpa num corpo sujo.

Em tempo:

A meta do governo é encerrar as transmissões analógicas em todo o Brasil até o fim de 2018.

Mesmo quem tem uma TV antiga pode receber o sinal digital. Para isso, basta ligar o cabo da antena no aparelho e conectar um conversor no aparelho de TV por um cabo de áudio e vídeo.

A um ano da data do desligamento, a tela da televisão que recebe sinal analógico mostra avisos sobre a transição do sinal.

Deviam aproveitar e desligar junto o sinal da Record, que em termos de qualidade é uma das piores do sistema aberto.


Confira as campanhas da Record:




Tecnologia do Blogger.