Com reviravoltas e mudanças no ritmo, “Velho Chico” consegue se desenrolar

Por: Vitor Nobre, 11/07/2016
Gabriel Leone (Miguel) e Camila Pitanga (Tereza) em cena
As mudanças no ritmo de “Velho Chico” puderam ser percebidas nas últimas semanas. O folhetim de Benedito Ruy Barbosa está mais ágil e apostando em conflitos familiares. O elenco, continua cada vez mais afiado, quase todos os dias nos brinda com interpretações grandiosas.

No capítulo da segunda-feira (04), com a revelação de que Santo (Domingos Montagner) é o verdadeiro pai de Miguel (Gabriel Leone), a trama deu uma guinada e apresentou um de seus melhores capítulos. Além disso, a semana teve a melhor sequência de capítulos desde a estreia, todos com bons ganchos - raros em produções de Bené.

Gabriel Leone, Domingos Montagner e Camila Pitanga foram, sem dúvidas, os destaques da semana. E o que foi Luzia fingindo não saber que o marido era pai de Miguel? Lucy Alves é um espetáculo à parte, uma grande revelação. A finalista da segunda temporada do “The Voice Brasil” consegue transmitir a dor e o ódio da personagem de uma forma inexplicável.

Lucy Alves (Luzia) é destaque em "Velho Chico" 
Um dos pontos mais odiados na novela (depois da peruca acaju de Antônio Fagundes, claro!) foi, graças a Deus, abandonado pela produção. As imensas aulas de agronomia e vida no sertão, duravam minutos e pareciam um “Telecurso 2000”. Brigas e mais brigas sobre excesso de agrotóxicos em mangas pouco acrescentavam a história e só servia para deixar o telespectador entediado.

Na audiência, o folhetim também alivia os diretores da Globo. Há três semanas a trama vem rendendo números razoáveis, porém, bem longe do estipulado pela emissora carioca. Na quarta (06) e quinta-feira (07), “Velho Chico” voltou a ser o produto mais assistido do canal, ultrapassando “Eta Mundo Bom!”, que diariamente superava a novela das 9h. Na semana passada, a trama fechou com a terceira melhor média semanal desde a estreia. Os seis capítulos exibidos de 04 a 09 de julho bateram 28.8 pontos.

Há poucos meses dos últimos capítulos, a novela vem, enfim, se desenrolando. Meio tarde, né? Mas será que “Velho Chico” engata de vez? Se depender da produção do folhetim, com certeza! A equipe está empenhada em melhorar a trama, fazendo as mudanças necessárias acontecer.

Ainda...

Quando se fala em “Velho Chico” é impossível não elogiar a direção, né? A novela é incrivelmente bem dirigida por Luiz Fernando Carvalho, que tem um cuidado imenso com cada detalhe em cena. Apesar do tom lúdico adotado pelo diretor e tão criticado pelo público, é inegável que Carvalho é um excelente profissional. Destaque também para a fotografia de “Velho Chico” que enchem os olhos de qualquer um que para pra assistir a novela.
Tecnologia do Blogger.