Suspensão de Luciano Faccioli divide opiniões

Por: Guiga Bates, 03/06/2016
Luciano Faccioli na edição do "Olha Hora!" da última quarta-feira (01)
A suspensão dada a Luciano Faccioli dividiu opiniões entre o público, assim como aconteceu com Geraldo Luís na Record.

De um lado, há quem defenda que a suspensão é apropriada. Afinal, o apresentador ironicamente reclamou em público contra aquele que paga seu salário e pôs em xeque o nome da empresa. Se ponha no lugar do patrão, o que você faria? Suspenderia, demitiria ou deixaria passar?

Alem do mais, Faccioli estava meio que na rua da amargura quando foi contratado pela RedeTV!. Na qualidade de contratado, em época de crise, deveria ser grato por seu emprego e oportunidade. O cara é um porre intragável e tem um minúsculo público, não deveria pôr em prática o "manda quem pode, obedece quem tem juízo"?

Do outro, Luciano Faccioli saí como herói pela coragem de falar o que pensa e não se calar diante da completa falta de respeito pela sua pessoa, equipe e público. Realmente, é uma triste realidade. No desespero financeiro, muitos patrões fazem o que querem com os empregados. Pior é que a equipe do "Olha Hora!" também se desdobra para dar conta do programa "Mariana Godoy Entrevista". Em relação ao público, nem sequer uma explicação. Assim como tantas outras, a RedeTV! não pensa no público, pensa na verba entrando.

Bom... o programa de Faccioli não rende audiência para atrair bom faturamento. A RedeTV! precisa de grana. Quem tem grana de sobra e sem impostos? As igrejas! As emissoras nanicas se verem obrigadas a recorrer a praga televangelista e sacrificar os raros investimentos. Desse jeito, as igrejas dominarão uma bela fatia da programação da TV aberta. Concessão pública na lama. Complicado.
Tecnologia do Blogger.