Recentes

Tecnologia do Blogger.

Record se aproveita de Nayara Justino para atacar a Globo

quinta-feira, 2 de junho de 2016
Por: Guiga Bates, 02/06/2016
Nayara em entrevista para o programa "Gugu"
Se um ex-global botar os pés na emissora dos bispos, aguarde o momento certo para o jornalismo do canal remexer o fundo do baú a fim de girar a metralhadora contra a Globo. A Record sutilmente se aproveitou da modelo e atriz Nayara Justino para dar uma alfinetada na inimiga e promover "Escrava Mãe", nova trama da faixa das 19h30.

Dias depois de ter sido eleita a Globeleza do Carnaval de 2014, em concurso realizado pelo Fantástico, Nayara sofreu com pesadas críticas nas redes sociais. Seu tom de pele motivou a explosão de comentários racistas. Com o tempo, ela deixou de participar dos programas da Globo e, em seguida, perdeu o contrato com a emissora. O jornal britânico The Guardian fez um documentário, no qual conclui que a demissão de Nayara de sua antiga emissora foi motivada pelo tom ‘escuro demais’ de sua pele.

A Record, que não é besta, aproveitou que a moça participou do primeiro capítulo de "Escrava Mãe" nesta terça-feira (31), puxou o delicado assunto à tona, criou um clima de desabafo e colocou o desempenho da atriz lá no céu. Nayara interpretou Luena – mãe da protagonista Juliana (Gabriela Moreyra) -, uma africana traficada. Aliás, ótima interpretação, pena que foi curta.

A ex-Globeleza concedeu uma entrevista que foi exibida no programa "Gugu" nesta quarta-feira (01). A reportagem fez questão de destacar inúmeras vezes o descaso da imprensa (Globo?) e o sentimento de Nayara após ter perdido o posto e desaparecer da emissora carioca. Muito sugestivo. Quem não te conhece, que te compre, Record! Utilizar o lamentável ocorrido contra Nayara para atacar a concorrente é golpe baixo.

Em tempo:

Pela terceira vez este ano, em menos de três meses, Gugu voltou a falar do tratamento rejuvenescedor do peeling de fenol. Depois do cantor Ovelha, foi a vez da cantora Celina mostrar o resultado. Pensa que acabou? O apresentador prometeu dar o tratamento a duas pessoas anônimas. Esta pauta não vai acabar tão cedo.



Recomendamos para você