Minissérie sobre Mamonas Assassinas está parada

Por: Redação, 14/06/2016
Mamonas Assassinas foi uma banda brasileira de rock cômico
Parece que a nova minissérie da Record, "Mamonas Assassinas", não vai muito adiante, e se for, pode ser que demore. A produção parou. É o que informa a colunista Patrícia Kogut.

O projeto tem sofrido com a pressão dos familiares dos músicos exigindo mais realismo. Mas esse não seria o motivo do impasse. A verba não entrou. Como planejado, a produção visava captar a grana, porém, a Ancine (Agência Nacional do Cinema) não autorizou. Algumas cenas já teriam sido gravadas.

Mês passado, o site Notícias da TV publicou uma denúncia contra a emissora dos bispos. Para realizar a minissérie sobre a banda Mamonas Assassinas com dinheiro público, a Record e a Endemol Shine estaria usando uma produtora testa de ferro.

Entenda:

Orçado em R$ 4,6 milhões, o projeto foi apresentado na Ancine pela OSS Produções Ltda - ME, microempresa que tem como endereço uma casa residencial no Butantã, zona oeste de São Paulo. Documentos na Junta Comercial de São Paulo revelaram que a OSS pertence ao marido de Juliana Algañaraz, uma das principais executivas da Endemol.

A Record, por ser uma emissora de TV, não pode usar recursos públicos para realizar programas. A minissérie será de fato produzida pela Endemol Shine, que, por ser uma multinacional holandesa, não pode configurar como sócia majoritária de projeto audiovisual viabilizado por dinheiro de incentivo fiscal. 

A solução da Record e da Endemol, criadora do formato de Big Brother, foi fazer toda a documentação da minissérie como se a produção fosse da OSS, que atende aos requisitos legais de produtora independente brasileira e pode se candidatar a recursos de incentivos fiscais.
Tecnologia do Blogger.