Recentes

Tecnologia do Blogger.

Depois de falar mal da Globo, Pedro Cardoso se explica no "Gugu"

quinta-feira, 30 de junho de 2016
Por: Guiga Bates, 30/06/2016
Pedro Cardoso em entrevista ao "Gugu", na edição desta quarta (29). (Foto: Reprodução/TV Record)
O ator Pedro Cardoso, que segundo ele, "é muito inteligente", e que visivelmente defende fortes ideais sobre certos temas, se contradiz justamente quando decide conceder uma entrevista a Gugu. Logo quem!

No início da entrevista, o ator se mostra feliz e disposto em "falar de seu trabalho". Inocente!

Creio que assistindo sua entrevista, exibida na edição desta quarta-feira (29), o eterno Agostinho Carrara deve ter se sentido constrangido ou arrependido com tanto sensacionalismo por parte da atração em cima da declaração polêmica contra a Globo, dada pelo próprio ator na última semana no programa "Pânico", da rádio Jovem Pan.

Na ocasião, o ator encheu a boca e disse que a Globo teve "o mais absoluto desprezo" pelo seu trabalho. Isso tudo após trabalhar 14 anos no seriado de sucesso, "A Grande Família", na emissora carioca.

Cardoso é apontado como ingrato por suas declarações. Segundo ele, a Globo não deu oportunidade para o ator desenvolver seus projetos.

Ligeiro, foi neste embalo que Gugu bateu na tecla em sua grande reportagem. Falar da Globo rende audiência. As declarações e explicações tão visadas pelo apresentador só foram ao ar no final da edição. Antes, bate-papo, joguinho bobo com o entrevistado pouco a vontade e tal.

Depois de pouco falar de suas duas peças em cartaz e opinar sobre nome dos outros respondendo perguntas prontas, Gugu tocou no assunto e Pedro amenizou o peso da declaração anterior. Disse que a Globo não tem obrigação de contratar todo mundo, mas que as "relações se esgotam".

Ao ser indagado sobre o que sentiu quando saiu da emissora, o ator respondeu: Tristíssimo, eu tinha contato com 60 milhões de pessoas, eu não tenho mais. Eu gostava de fazer televisão... eu não achei bom". 

Cardoso afirmou que "merecia ter a chance de desenvolver um projeto" dele. Mas que na Globo "fizeram uma má avaliação empresarial" e que houve desinteresse do setor administrativo e artístico do canal. Também reconheceu que sua personalidade foi motivo de conflito e que sabia que sairia da casa onde trabalhou por mais de 30 anos.

Gugu pergunta se suas declarações fechariam as portas na Globo. "Se o preço de minha liberdade for esse, eu vou pagar", respondeu.

Sobre se voltaria a fazer televisão: "Eu não sei... talvez eu faça ou talvez eu não faça... quem sabe eu esteja com uma barba na novela bíblica", concluiu.

É isso aí! Depois dessas e outras, é melhor ele esquecer a Globo, aquela que pagou em dias seu salário por décadas de serviço prestado e que não tem obrigação de fazer as vontades de seus funcionários, por mais que ainda faça em alguns casos.

E o camarada aparece justamente na Record para falar de sua saída da Globo? Pediu para entrar na lista negra. E quando o teatro não render, já estou até imaginando o "apóstolo Pedro" em alguma novela bíblica do canal dos bispos.

Recomendamos para você