Trabalhar na Record é um atraso de vida

Por: Guiga Bates, 02/05/2016
Jussara Freire e Milena Toscano caracterizadas para "Escrava Mãe", da Record
Olha só no que resultou os adiamentos da novela "Escrava Mãe", da Record. Alguns profissionais estão perdendo trabalho.

Jussara Freire estava certa de que iria trabalhar em "Velho Chico", porém, previa-se que a atriz poderia aparecer em duas novelas ao mesmo tempo, em "Escrava" e na novela de Benedito. Adeus para o papel na Globo!

Milena Toscano também está na mesma pindaíba. Perdeu um papel em "Haja Coração", nova novela das sete na Globo. As duas atrizes até hoje esperam a emissora dos bispos resolver exibir "Escrava Mãe". Estão como que empacadas e impedidas de realizar novos trabalhos na Globo.

A Globo não aceita que seus contratados que atuam em suas novelas aparecam em outra emissora numa novela inédita, quanto mais na tela de sua maior inimiga. Ok, é muito rigor da Globo e tem lá suas razões. Mas, já não está na hora da Globo parar com esse minimini? A emissora dos Marinhos, ao longo dos anos,  já quebrou alguns de seus protocolos e espera-se que este impasse com o tempo seja derrubado também. Por enquanto...

... um fato inegável: ir trabalhar na Record é um atraso de vida. Que a direção da emissora tome vergonha na cara e pare de fazer seu público de otário, por sua vez, "liberte" os atores de "Escrava Mãe". A verdade é que a maioria dos atores só escolhe atuar na Record por que não tem outro jeito, por que não acham trabalho na Globo ou quando são esquecidos pela Poderosa.

Vale lembrar que muitos atores, seguindo a nova política de contrato das emissoras, recebem salário somente enquanto estão trabalhando, é o chamado contrato por obra. Depois tem que dar seus pulos para se virar e conseguir novos trabalhos.

Quanto mais tempo a Record demorar para exibir a novela, se depender da Líder, mais tempo eles ficam longe dos Estúdios Globo. Complicou!
Tecnologia do Blogger.