Silvio Santos é o que salva o "Troféu Imprensa"

Por: Guiga Bates, 22/05/2016
Silvio neste domingo (22) ao apresentar o "Troféu Imprensa"
Neste domingo (22), o SBT exibiu a 58ª edição do "Troféu Imprensa" sob o comando do Silvio Santos. Junto a ele, o "Troféu Internet" 2016 premia os melhores do ano de 2015 em diferentes categorias. O negócio já encrenca quando a emissora resolve começar a premiar após 5 meses do ano anterior findar.

Quem decide o vencedor do "Troféu Internet" é o próprio internauta. Em certas categorias, o prêmio é dominado por fan clubes e tal, ou seja, sem nenhuma importância ou garantia de credibilidade.

Já para o "Troféu Imprensa", os três mais votados do público são apresentados em ordem alfabética aos jurados e eles decidem o melhor. Um absurdo! Onze jornalistas e radialistas estão presentes na premiação, apenas cincos deles são escolhidos para votar em cada categoria. Com apenas três votos a favor sai o vencedor. Que critério mais vagabundo! O pior é quando o voto cai nas mãos de um jurado sem noção e puxa-saco de alguma emissora de TV.

Pasmem! Votaram na Patrícia Abravanel e "A Praça é Nossa" como os melhores. Leão Lobo disse que o humorístico de Carlos Alberto de Nóbrega se renovou. O que?

Ainda sobre os jurados, não dá para levar a sério uma premiação onde tem Sônia Abrão, Leão Lobo, Décio Piccinini e Nelson Rubens. Os jornalistas Flávio Ricco, Ricardo Feltrin e José Armando Vannucci, os mais reconhecidos, decepcionaram na maior parte de suas raras observações. Um deles votou "com o coração".

Feltrin, do portal UOL, citou o "Câmera Record" como de Domingos Meirelles. Tá sabendo bem. Sem inspiração, Lígia Mesquita, do Outro Canal, escolheu o "Jornal Nacional" por "investir em reportagem" e disse que o Rodrigo Faro concorre com o Silvio Santos aos domingos. Hum?

Sobre o formato da premiação, uma negação. Por que tudo no SBT precisa ter jurados? Se o Troféu foca na visão da imprensa, seria justo cincos votos representarem toda a classe? Não desce! A escolha e votação das categorias deveria ser feita e antecipada por todo o setor que cobre a TV aberta. Assim, o programa apenas anunciaria o resultado final, como acontece em outras premiações.

Seguindo o padrão de diversas premiações, os indicados estariam na plateia diante da expectativa do grande anúncio. Mas, é tarde para uma possível reformulação. O "Troféu Imprensa" construiu um histórico de descredibilidade, é ultrapassado e as categorias são limitadas e mal formuladas. Além da tropa de sempre, qual famoso iria pela espontaneidade? Só resta ocupar a plateia com anônimos oriundos de caravanas, servindo como enfeites. Ainda tem o impasse dos contratos de exclusividade que impedem os indicados de comparecerem na premiação, como no caso da Globo.

Constrangedor o Sílvio de Abreu, autor de novelas e atual chefão do departamento de teledramaturgia da Globo, aparecer para receber um troféu pela novela "Belíssima", da edição de 2006. "Já está enferrujado", admitiu Silvio após passar 10 anos.

Em momentos de lucidez, alguns jurados manifestaram descontentamento com algumas das categorias. Previamente e através do público, o Troféu incluiu o "Cidade Alerta" entre os telejornais, "Tapas & Beijos" nos humorísticos e "Fantástico" e "Domingo Espetacular" na categoria programas jornalísticos. Segundo os jornalistas, era preciso criar novas categorias, como programa policial, seriados e revistas eletrônicas, respectivamente.  

O que salva uma premiação sem a menor relevância? O Silvio Santos. Sem ele, o tombo do fracasso seria maior e pior. Até suas gafes e falta de conhecimento em várias categorias não são levadas em conta pela figura emblemática que ele é. É o mesmo que assistir ao "Programa Silvio Santos", pelo Sílvio e só!

Enfim, uma premiação e formato ruim, ultrapassada, vazia, pobre, sem show e credibilidade. Apesar de premiar a concorrência do SBT, dizer que o "Troféu Imprensa" é o maior prêmio da TV brasileira é uma piada de mau gosto.

"É o mais importante prêmio da TV brasileira, é o Oscar", disse Rodrigo Faro. Esse aí merece o prêmio de "Maior Tapado". Aliás, a estatueta do SBT é um prêmio à altura dele.

Confira a seguir os vencedores ou melhores do "Troféu Imprensa":

Cantora
Anitta
Ivete Sangalo (TI)
Ludmilla

Programa Infantil
Bom dia & Cia (TI)
Cocoricó
Mundo Disney

Telejornal
Cidade Alerta
Jornal Nacional (TI)
SBT Brasil

Novela
Cúmplices de Um Resgate
Os Dez Mandamentos (TI)
Verdades Secretas

Apresentadora de TV
Eliana (TI)
Patrícia Abravanel
Sabrina Sato

Programa Humorístico
A Praça é Nossa (TI)
Pânico na Band
Tapas & Beijos

Ator
Alexandre Nero (TI)
Caio Castro
Guilherme Winter

Programa de Auditório
Altas Horas
Eliana
Programa Sílvio Santos (TI)

Programa Jornalístico
Conexão Repórter
Domingo Espetacular
Fantástico (TI)

Atriz
Giovanna Antonelli
Grazi Massafera (TI)
Larissa Manoela

Programa de Entrevistas
The Noite (TI)
Marília Gabriela Entrevistas
Programa do Jô

Apresentador(a) de Telejornal
Ricardo Boechat
Marcelo Rezende
Rachel Sheherazade (TI)

Revelação
Camila Queiroz
Renato Liveira
Wesley Safadão (TI)

Apresentador
Rodrigo Faro
Luciano Huck 
Celso Portiolli
Silvio Santos (TI)

Cantor
Luan Santana (TI)
Lucas Lucco
Anderson Freire
Tecnologia do Blogger.