Tapa no visual e sensacionalismo dominam "Dia das Mães" na TV

Por: Guiga Bates, 08/05/2016

Neste domingo de "Dia das Mães", as principais emissoras da TV Aberta mergulharam na temática exibindo de um tudo. Quadros de mudança de visual e sensacionalismo tomaram conta. Juro que nunca vi tanto excesso num mesmo dia.

Vamos lá! Segura a emoção!

No "Domingo Show", sob o comando de Luiz Bacci, dois jovens tiveram que aceitar o desafio de reproduzir no palco do programa uma das cenas de dança mais famosas do cinema, daquele filme "Dirty Dancing" (1978). Recompensa: a garota realizaria o sonho da mãe, de que ela conhecesse a avó. Ou seja, obrigaram os dois a dançar, senão o desejo não seria realizado.

Uma mãe de 43 anos que aparentava 70 por circunstâncias da vida, decidiu aceitar o desafio de passar por uma transformação radical dando um tapa no visual. Os filhos da faxineira nem a reconheceram.


O "Domingo Show" não focou somente nas mães, assim como Rodrigo Faro na semana passada, contaram a história de uma moradora de rua e usuária de drogas, desta vez uma ex-Musa do Carnaval. A mulher apareceu no palco e reencontrou a família. O mais bizarro desta edição: o homem que tocava violão na hora em que passava por uma cirurgia delicada.

Depois deste circo dos horrores, entra o "Hora do Faro", a depressão de domingo da Record, num especial "Dia das Mães". A porcaria usou a mesma fórmula do programa anterior.

Pasmem, novamente um quadro de transformação radical no visual. Quem? Quem? Gente, a Joelma, ex-Chimbinha! A cantora aceitou mudar sua aparência e recebeu uma homenagem dos filhos. Pegaram uma filha da cantora e armaram um reencontro depois de 20 anos. Sobre a aparência da Joelma, não mudou nada. A divorciada foi tratada como aquelas mulheres destruídas que deram um up na vida depois de ficar bonita. Qual necessidade disso?

Ainda teve a dupla sertaneja César Menotti & Fabiano homenageando a mãe que largou tudo por eles.


No SBT, quem foi levada aos prantos foi a Silvia Abravanel, filha de Silvio Santos e apresentadora do Bom dia & Cia. Ela participou do "Domingo Legal", onde recebeu uma homenagem de Celso Portiolli e da equipe. 

Para quem não sabe, Silvia é filha adotiva do dono do SBT. O choro foi forte quando uma mulher que intermediou a adoção da filha número dois da família Abravanel decidiu entregar um presente que estava com ela há 45 anos. Ao abrir a caixa, Silvia chorou sem parar, fazendo outras pessoas do palco, inclusive o apresentador Celso Portiolli, derramarem muitas lágrimas. 

Na caixa havia o vestidinho utilizado por ela em seu batizado. O "Domingo Legal" exibiu fotos desse momento na vida de Silvia e ainda exibiu as duas filhas da comunicadora, uma delas "especial". Em um outro momento, Celso entregou para ela uma réplica de um microfone de Silvio Santos.

Logo após o chororô, entra Eliana. Nesta edição, a apresentadora abusou com... novamente pasmem... um quadro de mudança de visual. Desta vez não somente uma mulher sofrida ficou bonitinha, duas mulheres foram agraciadas. Duas mães com histórias tristes de fazer qualquer um chorar. Eliana passou boa parte do tempo enrolando para revelar o resultado final. 

Depois a apresentadora aparece numa externa com o Danilo Gentili. Objetivo: homenagear a mãe do apresentador do "The Noite".

Amo minha mãe, mas graças a TV Aberta, o dia dela encheu o saco! Chega!



Tecnologia do Blogger.