Após boatos, Band não negociará com a Turner

Por: Redação, 06/05/2016

Lembra do namoro envolvendo a Band e Turner? Não foi pra frente.

Segundo o colunista Flávio Ricco, a comunicação da emissora informou e deixou bem claro a todos que a Band não está à a venda. Nem ela, nem mesmo parte dela.

Até os boatos de que a americana Fox estaria interessada em fazer negócio com a Band não procedem. Segundo a própria empresa dos EUA, não houve negociação ou consulta. Se há negociações com as estrangeiras, trata-se apenas da compra de conteúdo e só! É o que garante Ricco.

Boato 1. 
Nesta quarta-feira (06), segundo uma fonte do Yahoo!, a Band deveria anunciar a venda de 30% de seu capital para o grupo americano de mídia Turner, dono da CNN e outras TVs pagas, como a brasileira Esporte Interativo.

Pelo acordo feito com a família Saad - dona da Band -, a empresa Turner assumiria a parte artística da emissora, como os programas da linha de shows e filmes. A Band ficaria apenas com jornalismo e programas do gênero.

Boato 2. 
De acordo com o site Glamurama, de Joyce Pascowitch, a emissora paulista deveria anunciar, até esta sexta-feira (06), a negociação com a Turner. 

Boato 3. 
Proprietária do Canal Esporte Interativo, a Turner já vem desafiando a Globo na luta pelos direitos de transmissão do Brasileirão em TV fechada, de 2019 a 2024. Se a compra de parte do capital da Band for confirmada, o poder de fogo do grupo se multiplica, já que poderá oferecer aos clubes um pacote ainda mais atraente, cobrindo tanto a TV aberta como a TV fechada. 

Isso deixaria claro que a desistência da Band de dividir com a Globo a transmissão do Campeonato Brasileiro já a partir desta temporada pode não ser apenas uma consequência da crise econômica e da queda de faturamento publicitário. Um dedo da Turner estaria envolvido nisso.

Tem mais:
O jornal Metro publicou um balanço do relatório da auditoria Ernst & Young realizado em cima do balanço financeiro de 2015 do Grupo Bandeirantes onde diz que “há dúvida significativa quanto à capacidade de continuidade operacional da companhia”. 

Na auditoria, constatou-se que o Grupo Bandeirantes acumula prejuízos consolidados no valor de R$ 440 milhões (em 2014, o prejuízo era menor, de R$ 363 milhões, segundo valores da época).
Tecnologia do Blogger.