Sábado, o segundo dia mais HORROROSO na TV aberta brasileira! Parte 02

Por: Márcio Andrade, 01/04/2016
Celso Portiolli apresenta o "Sabadão"

Dando continuidade a falar sobre a “maravilhosa” grade televisiva sabática, vou escrever agora em referência ao horário nobre. Não por isso, no que tange à falta de criatividade, ela melhora. O “Programa da Sabrina” (que nome “criativo”!), se dependesse do talento da apresentadora, o que a mesma não tem, a situação ficaria complicada. Existem pessoas que confundem simpatia… com vocação. Primeiramente, é inegável que simpatia a Sabrina Sato possui de sobra; talento, não. Já repararam que ela mal consegue gravar um merchandising, pelo menos ao vivo, sem parar de rir? E a suas externas então? À época, quando o “Pânico” ainda estava na RedeTV!, as matérias dela eram toda hora, cortadas. Deve que dava um trabalho enorme para os editores. Sem mencionar, claro!, no conteúdo e convidados, desinteressante e irrelevantes, respectivamente, de seu programa.

No SBT, existe o tal “Sabadão com Celso Portiolli”. Este ganhou esse programa, depois que perdeu duas horas do “Domingo Legal” para o “Mundo Disney”. Segundo dizem, Silvio Santos o compensou por um certo prejuízo que teria tomado devido a isso. Somente o SBT mesmo para premiar a incompetência. A verdade, é que ele fez um favor para o Celso, dado o fato dele estava e ainda está apanhando do “Domingo Show” de Geraldo Luís, na audiência. Por falar em premiar a incompetência, isto virou algo corriqueiro na emissora da família Abravanel. Exemplos? Contratação da Nadja Haddad, Otávio Mesquita e Ticiana Villas Boas. A primeira, conseguiu a proeza de perder a apresentação de um programa “tapa-buraco” na Band, a quarta maior TV deste país. Qual empresa maior contrataria alguém que fracassou numa menor? O certo é contratar uma pessoa que esteja se destacando, não? Hoje em dia, a Nadja se resume, se não me engano, a um programa na web para o site da emissora, e figuração de luxo como jurada no “Programa do Ratinho”.

Otávio Mesquita é um caso à parte. “Você vai falar do Otávio Mesquita? Ele faz sucesso nas madrugadas do SBT!”, perguntaria e exclamaria um inocente. Sei. “Senta lá, Cláudia!”, como diria aquela outra. O fato, é que o Otávio não concorre com ninguém. Ficar em segundo lugar, não é virtude; é obrigação dele. O que passa na Record naquele horário? Pastor. E na Band? Também pastor. E na RedeTV!? Igualmente pastor. É tipo um time de futebol se vangloriar por ter ganhado de W.O. (quando o adversário não comparece a campo). Acerca da Ticiana, nem preciso falar nada, não é?! Comemoraram a assinatura do contrato com um banquete de carne, se é que me entendem. De um dia pro outro, uma simples leitora de teleprompter fora colocada no patamar de grande apresentadora. Só pode ser piada.

Voltando ao “Sabadão”, qual a principal fórmula dos responsáveis pelo projeto para tentar ganhar do “Legendários”? Colocar mulheres quase peladas. Como disse uma vez o Senhor Barriga: “Raposa velha perde o pelo, mas não perde o vício”. E o do Magrão (diretor do programa), é apelar para baixarias; a mesma coisa que ele fazia, nos tempos áureos do “Domingo Legal”, comandado pelo Gugu. E quem é o atual diretor deste programa? Isso mesmo: o Magrão. Mais um incompetente que o SBT premia com mais um programa. No que diz respeito ao “Legendários”, escrever relativamente a ele, é tempo perdido. É tão ruim que não valeria a pena.

Nas demais emissoras, como Band e RedeTV!, a audiência é tão irrisória, que até falar sobre elas causa-me desânimo. Se quase ninguém vê-las direito, como se interessariam em ler acerca delas. Já na Rede Globo, o que mudou mesmo foi o formato do “Zorra Total” que, alguns dizem, passou a ser menos sem graça. Convenhamos: mais sem graça do que aquilo, também não teria como…

Arrematando, eu confesso: não sei se é mais difícil proferir no tocante às coisas ruins na televisão brasileira, por serem bastante; ou se é mais difícil proferir no tocante às boas, por serem escassas. Como disse a Chiquinha: “As duas coisas”.

O que vocês acham?

Veja também:
Sábado, o segundo dia mais HORROROSO na TV aberta brasileira! Parte 01
Tecnologia do Blogger.