O que esperar da segunda temporada de "Os Dez Mandamentos"?

Por: Guiga Bates, 02/04/2016
Guilherme Winter na pele de Moisés
Um desperdício gastar um página do Detona TV falando deste trambolho de novela. Mas, como tem estreia e provavelmente novela ruim à vista, não tem jeito, temos que tocar em "Os Dez Mandamentos".

A trama bíblica, que segundo a Record, "parou o Brasil", mas que sofreu queda nos últimos capítulos, volta na tentativa de dar continuidade ao sucesso da primeira temporada da novela exibida e arrastada até novembro de 2015. Na verdade, esta sequência nem sequer estava nos planos dos bispos. De última hora, na maior ganância por audiência e faturamento decidiram anunciar a segunda parte.

O que esperar de "Os Dez Mandamentos - Segunda Temporada"? Antes de mais nada, boa parte do elenco, autora e diretor estão de volta na produção.

1. Texto babaca de Vivian de Oliveira.
Na primeira temporada era torturante ouvir o elenco declamar aquele texto horroroso. Certamente nesta sequência não será diferente. Vivian era colaborada do autor Tiago Santiago (Prova de Amor, Os Mutantes), está explicado onde ela aprendeu a inventar tanta idiotice numa novela só. Espere diálogos longos, chatos e cansativos, repleto de frases feitas e doutrinação.

2. Atuação de quinta do elenco. Sim, nem os ex-globais que estão na novela bíblica conseguem se salvar. É impressionante, é só botar os pés na Record e alinhar-se ao texto da Vivian que se tornam atores de teatrinho e jogral. Na primeira temporada, o que se viu era um Moisés "cigano Igor" totalmente inexpressivo e canastrão, soldados artificiais, crianças piores do que as de "Carrossel". A culpa em parte cabe a autora e direção. Interpretações nada convincentes, pelo menos foi o que se viu na primeira temporada em praticamente todo o elenco.

3. Direção duvidosa de Avancini. O cara anda se achando o Steven Spielberg brasileiro, só que não! Na primeira parte era visível um elenco mal dirigido. Alexandre se preocupou tanto em impressionar o público com fotografia e efeitos especais, alguns bem ruins, que esqueceu de cuidar da preparação de seus atores. Sobre os efeitos especiais, a capacidade dele é tamanha que precisou recorrer aos gringos. As cenas em que ele mesmo dirigiu foram vergonhosas e fakes. Abusou também de muito instrumental e câmeras lentas.

4. Barriguinha, flashback e reprises.
A novela ficará no ar por três meses, contar o que? O texto bíblico não tem muito o que alongar, mas a autora alongará e arrastará cada versículo bíblico até a Terra Prometida afim de dar conta. Será que desta vez Avancini abusará da reprise antes e depois do capítulo, flashbacks lá do Egito para emprenhar a novela? Ao que tudo indica, sim. Se acontecer, calcule quanto material inédito terá em cada capítulo e se espante. 

5. Os Dez Mandamentos 24h. Sem a novela no ar, a Record insuportavelmente incomodou seu público durante os últimos quatro meses. Com o retorno da novela, vai ter hebreus pulando que nem rã por 24h na tela da emissora. Em programas de entretenimento, policialescos e jornalísticos, uma praga. Se bater recorde, se preparem para a Record jogar na cara e se gabar durante uma semana inteira.

Depois de libertar seu povo do Egito, Moisés enfrenta um novo desafio: conduzir milhares de hebreus pelo deserto, rumo à Terra Prometida. Esse é o ponto de partida para a segunda parte da novela “Os Dez Mandamentos”, que estreia na próxima segunda-feira, dia 4, às 20h30min, na tela da Record. 
Tecnologia do Blogger.