Na falta de assunto, "Hoje em Dia" enrola até a hora de dizer "tchau"

Por: Guiga Bates, 05/04/2016
Quarteto de pedra do "Hoje em Dia"
Que o "Hoje em Dia" não tem lá conteúdo, todo mundo sabe.  O que chama atenção é a enrolação que ocorre nos últimos 30 minutos de programa.

César Filho, o apresentador do telejornal incluso dentro da revista eletrônica, perambula pelo expansivo cenário convocando as franquias do "Balanço Geral" espalhadas pelas principais capitais do país que logo entrarão ao vivo depois do "Hoje em Dia". Apresentadores de Brasília, Belo Horizonte, Porto Alegre, Salvador, São Paulo...

Curioso é o padrão dos apresentadores de cada franquia: acima do peso, falam alto e apelativos. Na certa, requisitos impostos pela Record.

Em meio a interatividade, como disfarce para enrolação, César apresenta flagrantes de câmeras de segurança até a hora de poder encerrar o programa e dizer "tchau". 

Em tempo: 

É incrível como os quatro apresentadores da atração continuam engessados e duros. Palavra por palavra é emitida segundo um texto pronto. Percebe-se que, sem erros, tudo é previamente calculado desde a gesticulação até as passadas de cada componente. Não há liberdade para improvisação e contato natural com o público de casa.

Nesta terça (05), Renata Alves e Ticiane Pinheiro visivelmente seguiram à risca o roteiro num quadro de saúde com o Dr. Antonio Sproesser sobre H1N1, única pauta do dia fora do excesso de jornalismo. Irritante! Pelo menos Ana Hickmann não estava presente.
Tecnologia do Blogger.