Em clima de velório, "Pé na Cova" se despede com tristeza e melancolia

Por: Guiga Bates, 08/04/2016
Cena em que Ruço de despede do "Pé na Cova"
Sim, literalmente um clima de velório. Impossível não comentar o final da última temporada da série "Pé na Cova", de Miguel Falabella e direção de Cininha de Paula, exibido nesta quinta (07).

Nas cenas finais ao som de "Gooddbye" do Air Supply, a alegria deu lugar a tristeza e melancolia. No Twitter, o público aclamou e se emocionou ao ver cenas da brilhante e impagável Marília Pêra na pele de Darlene, que faleceu em dezembro do ano passado. Triste foi ver o Ruço, sozinho, (Falabella) se despedindo da série. De partir o coração. É incrível como o "Pé na Cova" conseguiu extrair risos ao mesmo tempo o choro.

Ao longo das cinco temporadas, a série utilizou do humor negro sem frescuras para brincar com a morte e debochar sobre a desgraça humana, da pobreza à morte. Acima de tudo, ensinou sobre a vida. Apesar dos personagens estranhos e politicamente incorretos cutucarem assuntos sérios e preconceituosos, o público no geral não se ofendeu.

"Pé na Cova" pode ser considerado um dos melhores, ou quem sabe o melhor trabalho de Miguel Falabella na TV. A mesclagem do texto polêmico, irreverente e repleto de piadas, somado a excelente atuação e construção de personagens aos cuidados de um elenco hilário e de primeira, (palmas para Marília) marcou e sem dúvidas deixará saudades.


Tecnologia do Blogger.