Sem drogados, traficantes ou prostitutas, Roberto Cabrini entrevista Ximbinha

Por: Márcio Andrade, 07/03/2016



Confesso. Não sou muito fã de programas investigativos, uma vez que eles abordam quase continuamente as mesmas pautas: quando estas não são de drogados, são de traficantes ou outros tipos de bandidos; quando não são destes, são de prostitutas e suas variantes, e assim “substantivamente”, como diria o Chaves e/ou o Seu Madruga. É meio monótono.

No entanto, às vezes, é melhor ou “menos pior”, se é que é certo escrever dessa forma, aguentar aquilo, ainda que assuntos saturados, do que quando eles inventam. Neste domingo (06), Cabrini entrevistou o Ximbinha, guitarrista da banda recém-criada, “XCalypso” – não vou fazer piada sobre isso agora. Matéria inédita! Até a “coveira” Sônia Abrão, apresentadora do “A Tarde é Sua”, já o entrevistou. Pior: só pela chamada exibida antes do jornalístico ir ao ar, configura que o programa do SBT copiou o roteiro do “Sensacionalismo Show”, apresentado por Geraldo Luís, quando este o entrevistara em sua mansão.

O que o Ximbinha tem mais a dizer? Ele vai continuar negando que agredia a Joelma? Segundo dizem, Thábata Mendes, ex-vocalista da atual banda dele, teria saído dela justamente pelos mesmos motivos que fizeram com que Joelma saísse da antiga. Ou seja: suposta tentativa de agressão por parte de Ximbinha. Se é verdade, eu não sei; caso seja, que ele arque com as consequências dos seus atos na Justiça. O fato, é que o mesmo não tem mais nada a acrescentar; a não ser, tentar limpar a sua imagem perante a opinião pública. E como o “Conexão Repórter” parece que não tem uma pauta efetivamente relevante para referir-se, resta-lhe então dar esse espaço a ele.

A despeito de “XCalypso”, convenhamos, que nome esquisto, hein?! Poderia ser também, X-Burguer, X-Salada, X-Tudo…
Tecnologia do Blogger.