Exposição da vida amorosa de Larissa Manoela influencia crianças e pré-adolescentes?

Por: Guiga Bates, 12/03/2016

Larissa Manoela e João Guilherme participaram do "The Noite", nesta quinta (10)
O SBT não tem atores de peso e de primeiro escalão, daqueles que chamam atenção em qualquer programa em que apareçam. Motivo? Qual ator que se preze aceitaria atuar em novelinhas infantis e imbecis? Apenas os extremamente necessitados.

Então... na falta dos adultos, a emissora vive a explorar a imagem de atores mirins. É muito comum Maísa, "Cirilo", "Kokimoto", entre outros, vindos de produções do canal, circularem por quase todos os programas da casa. Normalmente garantem boa audiência, afinal, o SBT é infantil e depende de infantilidades para sobreviver.

O que tem me chamado atenção é a exposição excessiva da precoce vida amorosa envolvendo a protagonista de "Cúmplices de Um Resgate", Larissa Manoela, e o João Guilherme, filho do cantor Leonardo, que também atua na mesma noveleca. Não é da minha conta, mas, se estão na mídia, impossível não comentar. Tudo bem, são famosos e querem namorar. É difícil ficar longe dos holofotes. Mas, é necessária tamanha exposição? Existem crianças e adolescentes famosos que escolhem ser reservados quanto sua vida pessoal.

Na última quinta (10), Larissa e João, casal shippado da internet, pela molecada, é claro...finalmente assumiu o namoro. Onde? Num programa adulto exibido em plena madrugada, o "The Noite', de Danilo Gentili. O momento mais comentado da entrevista foi quando Danilo fez a pergunta se eles namoravam na vida real. Eles assumiram que estão juntos. Pronto! O talk show cravou 6 pontos no Ibope e acabou a descaração e apelo midiático em torno do mistério que todo mundo já sabia. Na verdade, parece que o suposto namoro foi explorado pela própria atriz para se promover ainda mais.

O SBT fez a festa, tanto no site oficial como nas redes socais, a emissora fez questão de espalhar "a novidade". 

Veja o momento da grande revelação:



O casal não passa de dois pirralhos. O garoto tem 14 aninhos, está em fase de desenvolvimento. Ela, 15 aninhos, na mesma situação. Uma mocinha. Pelo histórico, a garota é experiente no quesito namoro. Namora desde os 13 anos quando estourou nacionalmente ao atuar em "Carrossel". 13 anos, gente! Provavelmente nessa época, Larissa nem sequer conhecia o sutiã.

Pasmem! Aos 13 anos, a menina já estava em seu segundo namoro sério com o Matheus Chequer, 17 anos. O que dizia a mãe dela? Silvana Taques afirmava que apesar da pouca idade, aprovava o romance porque estava dentro da idade e, sempre sob os olhos dos pais dela ou da família de Matheus. Nossa, quanta naturalidade ver sua filhinha de 13 anos namorar com um quase de maior!

Quando tinha 13 anos, eu me preocupava com Pokémon. Tempos diferentes ou desvirtualização de valores? Ok! Proibir bruscamente um namoro precoce pode ser pior, mas orientação ainda vale a pena.

Que modelo esse casal e tal emissora transmitem para seu fissurado público infantil? Não sou a favor do politicamente correto, tampouco de hipocrisias. Mas convenhamos, consciente do avanço desregrado da passagem para a adolescência voltado para o namoro e sexo precoce, desincentivaria veementemente meus filhos de se tornaram fãs de adolescente-fraldinha do tipo desses dois, tampouco assistir as novelas infantis do SBT. Aliás, não deixaria ver nenhuma novela. Seria travar uma guerra num mundo tão acessível.

Já notaram que essas novelinhas feitas para o público infantil incluem namoricos, um tal de gostar, de beijo? Outro dia dando uma olhada em "Carrossel", um molequinho dizia que estava apaixonado pela professora e que desejava se casar com ela. Falava como adulto. Gente, que isso! Tudo bem que na cabeça de uma criança passa milhões de besteiras, mas tratar disso numa novela infantil de longo alcance é exagerar na dose. Nem conto do racismo e estereótipos de gordo e nordestino da Escola Mundial. E nem menciono a pegação que rolava em "Chiquititas", como se fosse uma "Malhação" infantil.

Ela tá vestindo as partes de baixo?
A fase de transição para a adolescência é complicadíssima, um show de descobertas e desejos ardentes. Porém, saber esperar a época certa pode evitar sofrimento e outras consequências indesejadas, e aumentará as chances de uma escolha acertada no futuro.

Esse casal que já gosta de expor sua vida amorosa na mídia, ainda não tem juízo e precisa urgentemente de orientação. Os fãs se espelham em tudo que fazem ou dizem. Lógico que falar seriamente sobre sexo e namoro com crianças e pré-adolescentes é de suma importância. No entanto, deixá-los a Deus dará em frente a TV e internet admirando ou sonhando com altos beijos, abraços e outras coisas imagináveis que fazem seus ídolos, não vai prestar mesmo. Outra detalhe, você já reparou no toco de roupa que a Larissa anda usando? A saia é um cinto? Tá se achando uma mulher. Avançadinha demais da conta.

Sobre o SBT, deveria cuidar melhor da creche, tomar vergonha na cara e evitar estimular o namoro precoce. E não venha me dizer que estou exagerando e que as novelinhas do SBT não influenciam. Influencia sim! Ainda mais se tratando de crianças, uma máquina de aprendizagem e esponjas sugadoras de tudo quanto é porcaria. Em questão, as porcarias do SBT.

O que você acha? A exposição da vida amorosa de Larissa Manoela influencia crianças e pré-adolescentes? Até que ponto o SBT teria culpa?

Veja também:
Cúmplices de Um Resgate não é novela, é besteirol sem pé nem cabeça
Tecnologia do Blogger.