Em novo trote, "Fala que eu te escuto" exibe filme pornô gay

Por: Guiga Bates, 24/03/2016

O desnecessário "Fala que eu te escuto", parceria entre Record/IURD, que vai ao ar nas madrugadas no canal, sofre e parece que gosta de passar por constrangimentos causados por telespectadores bem-intencionados que participam do programa ao vivo. 

Na madrugada desta quarta-feira (23), um internauta apareceu na webcam, e no mesmo instante, colocou imagens de um filme pornográfico, que acabaram indo ao ar na tela da Record.

A atração discutia os atentados terroristas que aconteceram na terça-feira (22), na capital da Bélgica, Bruxelas. Thiago Gilles, um brasileiro e garçom que mora na Bélgica, era o entrevistado. O rapaz explicava como estava o clima na capital belga. Sem suspeitas de trote. De repente, uma vídeo de um filme adulto gay foi exibido ao vivo. Ficou no ar por menos de três segundos, quando rapidamente foi cortado. Após exibir um filme pornô, o programa cortou a participação de seu convidado.

O pastor, que estava no comando do programa da Universal, condenou a atitude do jovem e disse que as pessoas sabem que o programa é sério, mas que infelizmente, ainda tem gente que tem atitudes lamentáveis e ridículas, citando o brasileiro.

Em 2013, por exemplo, uma telespectadora entrou no programa através do Skype para comentar sobre a obesidade infantil, enquanto dava seu depoimento seu primo apareceu no vídeo mostrando a bunda. Após o vídeo ter viralizado na internet, os envolvidos comentaram que foi tudo planejado.

Apesar do bispos e da produção do programa estarem preparados para agir rapidamente num caso desses, é muita inocência da emissora permitir que telespectadores entrem ao vivo no programa, mesmo depois de tantos trotes e surpresas com a sinceridade do público.

Veja também:
Rezende pergunta a convidados do "Cidade Alerta" se ele fará sexo inesquecível
Tecnologia do Blogger.