Terceirização atingirá mais quatro programas da Record

Gugu na porta de um dos estúdios da GGP
A Record vai terceirar tudo, ou quase tudo! A ordem é reduzir custos e eliminar despesas diretas com áreas de apoio. O problema é que, se a qualidade dos programas já não é boa, nas mãos de produtores, só tende a piorar. 

O projeto de terceirização da produção da Record está sendo comandado pelo bispo Marcus Vinicius Vieira, homem mais poderoso da emissora de Edir.

Segundo o jornalista Daniel Castro, a emissora vai terceirizar mais quatros programas até 2017. "Domingo Show", "Hora do Faro", "Legendários" e "Programa da Sabrina" já estão na lista. Quem vai assumir a produção? A GGP, produtora de Gugu Liberato, que por sua vez. se tornará um superprodutor da Record. Lembrando que Xuxa e as novelas passaram por esse processo recentemente, aos cuidados da Casa Blanca.

Com a terceirização, a Record poderá demitir centenas de funcionários e reduzir seus custos em 40%. No embalo, a emissora pode sofrer ações judiciais. O Ministério Público do Rio investiga as terceirizações no RecNov e deve denunciar a emissora por terceirização da atividade-fim, o que é ilegal.
Tecnologia do Blogger.