"Os Donos da Bola" com o Neto desbocado é um teste a paciência

Por: Guilherme Diniz, 12/02/2016
Neto
A Band já não tem uma programação que preste, ainda bota tudo a perder com o excesso de tema esportivo diariamente. Das 11h da manhã, iniciando a faixa esportiva com o "Jogo Aberto", passa pelo derivado "Jogo Aberto Debate" e conclui com o "Os Donos da Bola" até as 15h. Haja futebol e baboseira para encher esse campo.

É no "Donos da Bola" que o debate envolvendo futebol se transforma numa patifaria. Sob o comando do ex-jogador Neto, o programa não passa de um bate-boca desnecessário. Todos os dias é possível ver o apresentador gritando, xingando, intimidando e ofendendo qualquer um ligado ao futebol, sabe-se lá por que.

Difícil dizer o que o Neto é. Fanático pelo Corinthians, o cara se acha o dono da verdade. Aparenta não ter um pingo de humildade e geralmente vira a folha em suas opiniões, entrando em contradição. Ao esbravejar com seu dissonante sotaque provinciano, sem medir as consequências, solta o que vem pela cabeça. Quer passar a impressão de que não tem medo. Seu maior problema é que boa parte de seus argumentos e palavras de ordem, é pura merda.

Como os companheiros de programa o suportam, um mistério. Neto não deixa ninguém falar. Se seus colegas internamente se enchem de raiva toda vez que são interrompidos a perderem a linha de raciocínio, o telespectador requer de muita paciência. Neto tem um dos comportamentos mais ridículos do ramo esportivo da TV brasileira e sem dúvidas não deveria comandar um programa.
Tecnologia do Blogger.