Famoso sequestro marca presença no final de "Além do Tempo"


Lá vou eu mexer com um sucesso de crítica e público da TV Brasileira. Tudo muito lindo e emocionante no final de "Além do Tempo". Altas lições de moral e de vida, muito amor, redenção e gente morta. Elizabeth Jhin já mostrou que é capaz de entregar ao público um folhetim tradicional e ao mesmo tempo inovador.

Como ninguém é perfeito, faltou um pouco de originalidade numa parte deste capitulo final, algo me perturbou. Vamos combinar, sequestro de novo? Já notaram que em todo fim de novela da Globo alguém é sequestrado? Só em 2015, isso ocorreu em outras quatro novelas da emissora. Um clichê que abusa. Se tornou um elemento fundamental nos desfechos de novelas Globais. Vamos melhorar isso ai! Não tinha outra ideia, Jhin?

Desta vez o filho de Felipe (Rafael Cardoso) e Melissa (Paolla Oliveira) é levado e colocado dentro de um avião pelo revoltado Pedro (Emílio Dantas). Antes de ir pelos ares, o pai chega num carrão em alta velocidade. Consegue parar a aeronave, resgata o filho, dá um soco no vilão, vai embora e só.

Apesar da sequência bem dirigida, julguei desnecessário! Um sequestro nada convincente apenas para chamar atenção do público e movimentar o fim da trama. 

Comente abaixo no Disqus!
Tecnologia do Blogger.